10 de Dezembro de 2019,

Economia

A | A

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 09h:01 | Atualizado:

Conselho homenageia Botelho com comenda ‘Economista Roberto Campos’

Em reconhecimento ao trabalho prestado ao desenvolvimento de Mato Grosso, o Conselho Regional de Economia – Corecon entregou medalha ‘Economista Roberto Campos’, ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), nesta segunda-feira (18), no Auditório Milton Figueiredo da ALMT.

“Nosso objetivo é a valorização do economista, iniciando com Roberto Campos, através da comenda, e depois com os líderes que estão à frente das instituições, como governo do estado, presidente da Assembleia, de instituições da Indústria, do Comércio, de serviços, porque são esses líderes que estão à frente definindo coisas econômicas e com certeza estão bem assessoradas por economistas”, disse o presidente do Corecon, Evaldo da Silva, ao destacar a importância das decisões da ALMT à sociedade.

Botelho disse sobre a satisfação em ser homenageado, especialmente, pela história de Roberto Campos, que assim como ele, é de Nossa Senhora do Livramento, um legítimo ‘papa bananas’, como são chamados os filhos dessa terra. “É uma satisfação muito grande porque isso significa que estamos trabalhando no caminho certo, que estamos ajudando Mato Grosso. Então, é um entusiasmo para nós e, sem dúvida nenhuma, nos causa mais vontade de continuarmos trabalhando”, afirmou Botelho.

Em seu discurso, Botelho ressaltou que a comenda “Economista Roberto Campos” é motivo de orgulho. “Nosso conterrâneo que tanto fez pelo Brasil em todos os cargos que ocupou. E pelo nosso estado também, quando foi senador da República, entre os anos de 1982 e 1990, e muito bem nos representou”, destacou.

Também recordou a trajetória do economista Roberto Campos que ajudou a criar a Petrobras, o BNDES, foi cônsul do Brasil em Los Angeles, foi embaixador em Washington, além de participar da criação do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial. Mais tarde, tornou-se parte da assessoria econômica do presidente Getúlio Vargas e um dos presidentes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, no governo Juscelino Kubitschek; também foi ministro do Planejamento durante o governo de Castelo Branco, quando promoveu muitas reformas econômicas. Foi um dos idealizadores do Banco Central do Brasil, do Estatuto da Terra e do FGTS. “Entrou para a história na condição de professor, escritor e político dos mais brilhantes de todos os tempos no mundo”, afirmou Botelho.

Finalizou enaltecendo o trabalho do Corecon/MT. “Aproveito pra dizer que este Conselho de Economia, nos últimos anos, vem realizando um trabalho brilhante como fiscalizador da profissão de economista. Então, nosso respeito e reconhecimento também a essa instituição tão importante à sociedade”.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS