20 de Janeiro de 2020,

Economia

A | A

Quinta-Feira, 14 de Abril de 2016, 19h:44 | Atualizado:

FEIRA INTERNACIONAL

Cuiabá terá voos internacionais

aeroporto.jpg

 

O aeroporto Marechal Cândido Rondon, em Várzea Grande, estará apto para receber voos internacionais. Em vistoria realizada nesta quinta-feira (14.04) às obras de internacionalização do piso inferior do aeroporto, o superintendente da Receita Federal no Centro-Oeste, José Oleskovicz, confirmou que o novo terminal voltado para embarque e desembarque dos voos internacionais atende a legislação alfandegária, e que na próxima semana será publicado no Diário Oficial da União um ato declaratório temporário de alfandegamento.

Segundo Oleskovicz, esse documento liberará na manhã do dia 20 de abril a entrada de um voo fretado da Amaszonas, vindo de Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), trazendo autoridades e empresários bolivianos para a Feira Internacional do Turismo (FIT) do Pantanal, que vai acontecer entre 20 e 24 desse mês, em Cuiabá. Os passageiros voltarão ao seu país de carro e o avião que os trará retornará a Bolívia 30 minutos após o desembarque em Várzea Grande.  

Além disso, o ato declaratório vai liberar a saída, no dia 22, de um voo privado com destino a província de Chaco (Argentina), que levará turistas argentinos que também virão para a FIP, depois de passar pelo Rio Grande do Sul.

Acompanhado do secretário do Gabinete de Desenvolvimento Regional (GDR), Eduardo Moura, e do secretário adjunto de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Luis Carlos Nigro, o superintendente e a delegada regional da Receita Federal em Mato Grosso, Marcela Rizzi conheceram o espaço onde ficarão abrigados o detector de metais e a esteira de raio-x, e ainda as salas da Polícia Federal, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), da Receita Federal, e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “Viemos hoje aqui justamente para ver in loco se o aeroporto já estaria em condições de receber voos e vimos que tem sim a estrutura necessária e por isso daremos autorizações excepcionais, que serão validas para os dois voos envolvendo a Bolívia e a Argentina”, comenta a delegada regional Marcela Rizzi.

Para o alfandegamento definitivo do aeroporto Marechal Cândido Rondon será necessário um novo processo, já em andamento, previsto para terminar em maio, junto com a finalização completa da obra de internacionalização, que também envolve o piso superior.

Segundo o secretário Eduardo Moura o ato provisório alfandegário é o início da internacionalização do aeroporto e o primeiro passo para que empresas áreas se interessem em ofertar rotas internacionais saindo de Mato Grosso. “Mercado e estrutura para atender voos internacionais nós sabemos que a partir de hoje há no nosso Estado. O que precisamos daqui pra frente é atrair investimentos e assim fazer com que tenhamos aqui rotas aéreas para países próximos como Bolívia, Paraguai, Chile e Argentina”, declarou Eduardo Moura.  

 

 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • BESOURO | Sexta-Feira, 15 de Abril de 2016, 11h50
    0
    0

    DAÍ...PÁAAAAAAAAAAAAH!!! CUIABÁ PÕE SEUS HABITANTES NO AVIÃO E PÁAAAAAAAAAAH...VAMOS VIAJAR.

  • Giovana | Sexta-Feira, 15 de Abril de 2016, 11h30
    0
    0

    Tem que rir pra não chorar!! Essa nháca já foi de 70 pra 100 (no RDC, pasmem!!) Ninguém fala mais nada!! Política ou Politicagem estão tomando conta do aeroporto?!?!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS