15 de Setembro de 2019,

Economia

A | A

Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019, 18h:03 | Atualizado:

APOIO

Estado garante fomentar indústrias

maurocarvalho.jpg

 

O Governo do Estado vem buscando manter o diálogo com todos os setores, e ainda atua na romoção de melhorias em diversas regiões. Nesse sentido, o Distrito Industrial de Cuiabá deverá receber benfeitorias, visando, principalmente, a garantia da segurança pública e manutenção de empresas no local.

Estão previstas obras para a construção de uma unidade do Corpo de Bombeiros e de um posto da Polícia Militar na região. Além disso, o Governo deverá realizar a reforma do posto do Instituto de Defesa Animal (Indea-MT) e buscar junto ao Poder Judiciário o destino de madeiras apreendidas e armazenadas em terreno no local.

As melhorias no Distrito Industrial foram descritas pelo secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, durante a posse da diretoria da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Cuiaba (Aedic), na noite de quarta-feira (22.05), quando foi reeleita a presidente Margareth Busetti. “Precisamos transformar o Distrito Industrial de Cuiabá no sonho que todos temos. Rondonópolis inaugurou seu terceiro distrito industrial e a capital ainda está no primeiro. Mato Grosso é o segundo maior produtor de algodão e não temos uma empresa de tecelagem”, exemplificou.

Carvalho lembrou que o Governo passa por crise financeira, mas que a pauta dos enfrentamentos deve ser limpa para que se possa voltar a discutir o desenvolvimento sustentável. “Temos que tratar da geração de emprego e renda e da atração de novas indústrias para Mato Grosso. Tudo isso também passa por melhorias no Distrito Industrial de Cuiabá”.

Em sua fala, a presidente da AEDIC pontuou que a iniciativa privada tem pressa em suas ações e pediu que o Estado veja as necessidades do setor com urgência. “O Governo tem a missão de por Mato Grosso no caminho do desenvolvimento, sem aumentar a carga tributária, mas ampliando a arrecadação. Contamos que esta gestão consiga realizar essa missão, sem esquecer de olhar para todos os setores, inclusive a iniciativa privada”, disse.

O secretário-adjunto de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Celso Paulo Banazeski, finalizou que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico tratará com muita seriedade a todos os processos que promoverem o desenvolvimento econômico do Estado. “Com o desenvolvimento industrial de Mato Grosso teremos um Estado mais forte, com maior geração de emprego e renda”.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Pacufrito | Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019, 19h41
    1
    0

    Falácia deste governo e governos anteriores, hoje que produz fora do estado tem aliquotas de ICMS mais baixa de quem produz dentro do estado. e ai vem falar em fomento da industria?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS