Economia Terça-Feira, 23 de Abril de 2019, 12h:02 | Atualizado:

Terça-Feira, 23 de Abril de 2019, 12h:02 | Atualizado:

Notícia

Receita Federal tira dúvidas sobre declaração do Imposto de Renda

 

G1

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

O auditor da Receita Federal, Renato Moreira Pinheiro, foi entrevistado no quadro Papo das Seis do Bom Dia MT, nesta terça-feira (23). Na conversa, ele tira dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda. O prazo para a declaração.

O prazo de apresentação da declaração do IR 2019, ano-base 2018, começou no dia 7 de março, depois do carnaval, e se estende até o dia 30 de abril.

 

A multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo será correspondente a 20% do imposto devido.

 

Quem precisa que declarar?

O contribuinte que recebeu ao longo de 2018 um rendimento tributável acima de R$ 28,5 mil. Quem tem patrimônio acima de 300 mil ou quem recebeu rendimentos isentos e não tributáveis acima de R$ 40 mil. Só para explicar, tem gente que as às vezes fala que o CPF está suspenso, mas não tem rendimento. Pode ser que a pessoa tenha ganhado um prêmio, um sorteio. É um rendimento que a tributação é exclusiva, mas ele é obrigado a declarar. Tem essas três situações principalmente as outas as pessoas podem procurar no site da receita, nas perguntas frequentes.

 

As pessoas estão reunindo documentação, nota fiscal, prestação de serviços. O que o cidadão pode deduzir, incluir na declaração para ter deduções no imposto?

As deduções mais importantes são as despesas com educação, limitadas a R$ 3,6 mil. Lembrando que não pode deduzir curso de inglês, apenas educação infantil até pós-graduação. As deduções com dependentes são limitadas a R$ 2,3 mil por dependente. As despesas médicas não têm limite, desde que comprovadas com recibo o nota fiscal. E os pensionistas que podem deduzir da base desde que a pensão seja proveniente de um acordo judicial ou escritura pública.

 

Há muita dúvida sobre o tipo de declaração. Qual a melhor opção: simplifica ou completa?

A lógica é: se você tem muitas despesas que são dedutíveis, o ideal é que você faça pelo modelo completo, poque pleo modelo simplificado o valor a ser deduzido ele é fixado em 20% dos seus rendimentos tributáveis a um imite de R$ 16,5 mil. Se você tem despesas dedutíveis superior a esse, recomenda-se fazer pelo modelo completo. Caso contrário, com poucas deduções o próprio programa vai indicar que é melhor você entregar pelo modelo simplificado. O próprio programa, depois que você lançar suas deduções e elas são menores que 20% do seu rendimento tributável ele vai dizer que é melhor fazer a simplificada.

 

Aposentado tem que declarar?

Se o aposentado recebe menos que R$ 28, 5 mil não precisa. O que precisa ficar atento é que é preciso faze a somatória, se ele for aposentado e pensionista e verificar se ele de fato precisa.





Postar um novo comentário





Comentários

Comente esta notícia






Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet