25 de Agosto de 2019,

Economia

A | A

Terça-Feira, 23 de Abril de 2019, 18h:24 | Atualizado:

SEM CALAMIDADE

Sefaz alega que União reconhece crise em MT


Gazeta Digital

gallo.jpg

 

A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) informou que o fato da Secretaria de Tesouro Nacional (STN) não ter reconhecido a situação de calamidade financeira não significa que esteja negando a crise existente no Estado. Segundo nota enviada pela Sefaz, a STN teve essa atitude “para não gerar precedentes”, pois só são reconhecidos como calamidade os casos de desastres naturais.

Também consta na nota que “a STN reconhece que Mato Grosso está em dificuldade financeira, tanto que a nossa nota é C pelos critérios da STN, exatamente porque não temos liquidez”.

Ainda sobre a questão, a Sefaz diz que a Secretaria do Tesouro Nacional “reconhece também que Mato Grosso tomou as medidas necessárias e suficientes para reverter esse quadro de asfixia financeira”, ao tomar medidas como a lei de responsabilidade fiscal estadual.

“Não é verdade que a STN nega a situação financeira de Mato Grosso. Ao contrário, ao atribuir a nota C ao Estado confirma que não temos capacidade de pagamento para contrair novas dívidas com garantia da União”, explica o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo.

Decretada ainda no primeiro mês de mandato de Mauro Mendes (DEM), a situação de calamidade financeira foi a forma encontrada pelo governo de autorizar medidas necessárias para economizar recursos. Entre as justificativas para o decreto estão a dificuldade em pagar a folha de pagamento e os fornecedores.

 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 24 de Abril de 2019, 07h57
    8
    1

    É Secretário, seus argumentos não estão mais enganando ninguém, vcs do governo implantaram essa crise q não existe, segundo o próprio tesouro nacional, para justamente dar calotes em fornecedores e Servidores do Executivo! Se o Estado tivesse realmente, em crise, vcs atrasariam os repasses a outros poderes e também não sancionar o RGA deles!

  • Indignado. | Quarta-Feira, 24 de Abril de 2019, 06h50
    7
    1

    Ora se SNT pensa assim,porque não aceitou a calamidade financeira,os argumentos foram pífios?E porque o secretário não publicou essas fala ai de que acredita na crise?Balela e mais balela trabalha que é bom nada

  • Pexoto | Terça-Feira, 23 de Abril de 2019, 19h49
    19
    1

    Coitado deste secretário não cansa de puxar saco e arrumar desculpa pelas mentiras e incompetência do governo. Antes idolatrava Taques, agora bajula Mente.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS