10 de Dezembro de 2019,

Entrelinhas

A | A

Sexta-Feira, 15 de Novembro de 2019, 12h:47 | Atualizado:

PAUTA TRAVADA

AL estuda não fazer recesso em MT

botelho-dilmar.jpg

 

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), mais uma vez deu um recado duro aos demais parlamentares. Segundo ele, caso a Casa não consiga limpar as pautas até o fim do ano, o recesso legislativo será suspenso e todos terão que trabalhar em janeiro.

A postura de chefe do parlamento é útil para garantir uma voz de comando, mas também serve de apoio para o governador Mauro Mendes, que conta com Botelho para acelerar a tramitação da Lei Orçamentária Anual e outras votações de importância central para o Executivo.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Carmina... | Domingo, 17 de Novembro de 2019, 18h13
    1
    0

    Carminaburana. Onde se le “proibido gastos com despesas parlamentar”, leia-se “proibido gastos com despesas ELEITORAL”

  • Cesarina | Domingo, 17 de Novembro de 2019, 14h45
    2
    0

    Claro Carmi! Fizeram lei d arak pq sabem que não podem doar a VI - se fosse verdadeira indenização - é vinculada ao fim de compensar despesas do exercício da atividade parlamentar - não pode ser usada pra outro fim - desvio de finalidade, conforme prevê a lei (Ato 43/2009, art. 14, 15 e 18). Nestes dias tenebrosos o errado é o certo e o certo errado, do jeito que o diabo gosta, ele é o pai da mentira (Jo 8:44). A Câmara Federal e o Senado, já se enquadram, por isso mesmo (notas fiscais publicadas no portal de transparência) deputado federal (preso) foi pego abastecendo a frota de "jesus" e outro daqui, tomando stella (descuido do assessor). Até quando o Congresso Nacional segue a lei e MT não? Pior que isso se alastrou por todo Estado, Prefeituras e Câmaras de Vereador! e o TJMT declarou inconstitucional o mesmo tipo de VI de Paranatinga e Primavera do Leste. Até quando vai essa bagunça?

  • Carminaburana | Sábado, 16 de Novembro de 2019, 17h42
    3
    0

    POR VAVOR, ANTES DE SAIR APAGUEM A LUZ E FECHEM A PORTA - Na ALMT cheirando sessões extraordinárias ($$$). Enquanto esbanjaram tempo, energia e recursos na confecção da apócrifa Lei 10.806/19 da artificiosa “doação da VI”, pois “NÃO É PRÓPRIO DA LEI, RECOMENDAR, SUGERIR, PROPOR, ACONSELHAR...(Min.LUIS ROBERTO BARROSO), QUE DEPUTADO CUMPRE SE QUISER, cuja “VI” copiada da espúria VI do Congresso pelo Ato 62/2001, revogado expressamente pelo Ato 43/2019, que a adequou com o novo perfil de transparência em parcelas ou cotas (Não UNIFICADA) E COM PRÉVIA APRESENTAÇÃO DAS NOTAS FISCAIS PUBLICADAS NO PORTAL DE TRANSPARÊNCIA, E NÃO PODERÁ SER ANTECIPADA, TRANSFERIDA OU CONVERTIDA EM PECÚNIA OU ASSOCIADA E NÃO PERMITIDOS GASTOS COM ATIVIDADE PARLAMENTAR. (Arts. 2º, 14, 15 e 18 do ATO 43/2009. A Câmara Federal vem cumprindo desde 2014 e o Senado passou a cumprir a partir julho/2019 (Estadão, 18/08/19). UM DEBOCHE COM A POPULAÇÃO QUE TEM SEUS IMPOSTOS (SANGUE DE INOCENTES) DESPERDIÇADOS. SINAL QUE FALTA O QUE FAZER. NÃO TEM CONTABLIDADE DE CUSTO COMO NA ATIVIDADE PRIVADA, QUE ESPECIFIQUE QUANTO CUSTOU CADA LEI COM A MOVIMENTAÇÃO DA PESADA MÁQUINA DA ALMT, PARA RESPONSABILIZA-LOS DE IMPROBIDADE

  • joana | Sábado, 16 de Novembro de 2019, 15h12
    2
    0

    se não tivessem faltado tanto e os faltosos tivessem sido descontados tudo estaria votado. so espero que não recebam a mais por isso

  • Técnico legislativo | Sábado, 16 de Novembro de 2019, 14h00
    3
    1

    Greve geral em respeito ao servidor público da #ALMT. QUEREMOS O SENHOR ELIAS SANTOS EXONERADO.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS