04 de Agosto de 2020,

Entrelinhas

A | A

Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 21h:16 | Atualizado:

AGRONEGÓCIO

BM faz movimento contra taxação

maggi-temer.jpeg

 

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), anda preocupado com os movimentos no Congresso Nacional para acabar com a Lei Kandir, que isenta de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) produtos destinados à exportação. Segundo Maggi, em Goiás, Mato Grosso, Pará e Rio Grande do Sul há um forte movimento para taxar o agronegócio.

Ele já alertou o presidente Michel Temer e o ministro da Fazendo Henrique Meirelles que é contrário. Para o ministro Blairo Maggi, o país não pode permitir qualquer taxação ou criação de qualquer novo imposto sobre o setor que, segundo ele, é o que mais dá certo no Brasil.

Outra preocupação de Blairo Maggi é com a renda do produtor rural. Segundo o ministro, ao mesmo tempo em que o produtor vem crescendo em produtividade e eficiência, em uso de tecnologia, as suas margens têm ficado cada vez menores.

É um sinal de alerta que está acendendo e deve chamar a atenção dos governos estaduais, municipais, do Ministério da Agricultura. 

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Afomavi | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 19h46
    0
    0

    Simplesmente uma verdade,os ricos cada vez mais ricos,comprando o mundo é o fundo, coitado só precisa de sete parmo .

  • Andrea | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 13h33
    2
    0

    Agronegócio deu tiro no pé ao apoiar Taques. Para arrumar a algazarra do Taques os barões vão ter que pagar impostos. Vai acostumando ai.

  • sediclaur | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 11h21
    9
    1

    Tem que acabar urgentemente com essa lei Kandir que só explora os estados produtores deixando-os sem arrecadação e de pires nas mãos pedindo esmolas pro governo Federal. Essa turma do agronegócio ( da botina) tem nadado de braçada, sem pagar nenhum imposto, e querem continuar assim enquanto o resto que se exploda. Abaixo a lei Kandir urgentemente antes que seja tarde demais!

  • Erai | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 11h16
    8
    0

    Senhor Deputados, TAXAÇÃO DO AGRONEGÓCIO JÁ... depois ai podemos discutir de forma ampla a reforma da previdência... não se pode deixar um setor que aumenta tanto a desigualdade social sem pagar tributos.... Salvem os vossos mandatos... acabei com essa LEI KANDIR

  • Advogado | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 10h35
    6
    1

    A IMUNIDADE TRIBUTÁRIA DA EXPORTAÇÃO ESTÁ NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL... MAIS ATENÇÃO...

  • Fernando | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 10h28
    14
    0

    Coitadinho, tá com a margem de lucro tão reduzida que há poucos dias comprou a Itamarati Norte.

  • jose florencio | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 09h50
    12
    0

    Ah tá, quer dizer que pode: congelar salário de trabalhador; reforma trabalhista para trabalhador; reforma da previdência para trabalhador; reajustar luz e combustível; aumentar a alíquota previdenciária para trabalhador e não pode taxar os mais ricos desse País? Taí batedores de panela, vocês caíram como patinhos nessa jogada corrupta, suja e absurda dos Senhores Feudais que golpearam o Brasil.

  • alexandre | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 09h40
    9
    0

    Então o certo é o povo pagar impostos, pro agronegócio lucrar ? A Austrália é um país desenvolvido, onde saúde e educação estão atendidos, diferente do estado de mato grosso está quebrado..pra bancar isenção fiscal de 4,9 bilhões..

  • Paulo Sa | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 09h39
    8
    0

    Engraçado! É só eles que não podem tomar ferro! É muita demagogia!

  • Agnello | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 09h34
    10
    0

    Não concordo com o ministro. As margens estão cada vez menores e os produtores cada vez mais ricos.... De que adianta o Mato Grosso ser um celeiro se essa produção praticamente não gera impostos para o Estado? Essa Lei Kandir foi feita em 1996, portanto, há mais de 20 anos. hoje vivemos outra realidade. Pode-se até chegar a um meio termo, taxar 50%, por exemplo, mas sem taxação não dá mais para continuar.

  • Ademar Adams | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 08h56
    9
    0

    E quando peguntam "pra que índio quer tanta terra", eu respondo: Porque Blairo Maggi quer tanta terra?

  • Said Joseph | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 23h58
    33
    2

    Esse cidadão não gosta de pagar impostos? Mas gosta de incentivos fiscais, deduções, isenções de impostos e outras maracutaias.

  • alex | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 23h54
    3
    23

    Europa, Austrália e EUA dão dinheiro publico ao produtor rural através dos subsídios e outros auxílios ,e contam com infra estrutura ótima para produção e escoamento desta. Vamos tributar para aumentar ainda mais as desvantagens que os produtos nacionais já enfrentam com as péssimas condições logísticas e de estrutura que temos.

  • CIDADÃO SOFREDOR | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 23h35
    26
    2

    Senhor senador, " AGANANCIA ESPANTA A FELICIDADE". Têm que pagar um pouco, senão esses estados que já estão quase quebrados, acabam quebrando de uma vez. È vergonhoso senador, o seu estado Mato Grosso na condição de MAIOR PRODUTOR DE SOJA DO MUNO, 29%, não arrecadar o MÍNIMO para pagar em dia aos seus servidores públicos conforme todo dia fala o governador Taques.

  • alexandre | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 21h27
    36
    1

    Barão não quer pagar impostos..

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS