08 de Abril de 2020,

Entrelinhas

A | A

Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 09h:22 | Atualizado:

FEX

Ministro não honra palavra com MT

paulo guedes.jpeg

 

O governador Mauro Mendes (DEM) aproveitou a videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro e outros governadores da região Centro Oeste para reforçar que a ajuda federal de R$ 88 milhões, anunciada um dia antes, não vai gerar tantos efeitos práticos. Mato Grosso depende muito da arrecadação do ICMS, ao contrário de estados do Norte de Nordeste que reequilibram suas contas com os repasses federais.

Ou seja, o valor que será destinado ao Estado e, mesmo com a suspensão de dívidas, não trará muito refresco. Por isso, uma antiga e recorrente reivindicação de Mato Grosso voltou à mesa de negociação: o FEX, fundo que compensa os estados exportadores de matérias-primas pela desoneração dos produtos.

Mato Grosso deveria ter recebido do atual governo o repasse de R$ 500 milhões em 2019, conforme ‘promessa’ do ministro da Economia Paulo Guedes. Na videoconferência

de ontem, o governador voltou a cobrar o pagamento da compensação.

Bolsonaro não falou nem que sim e nem que não. Em 2018, Mato Grosso também não recebeu o repasse federal.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • OLIVIO NETO | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 22h22
    4
    0

    NOVIDADE...QUAL A EXPECTATIVA QUE SE TEM DE UM POLÍTICO HONRAR AQUILO QUE CUMPRE ??? NENHUMA !!!

  • Ggm | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 18h55
    2
    1

    Esse ministro está a serviço dos banqueiros, e só vê as reformas que ele fez. Brasileiro tá longe de enchegar isso.

  • Jorge | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 14h21
    10
    2

    mm faz arminha q ele manda esse dinheiro no mesmo dia. esse ministro nao sabe de merda nenhuma tem um bando de retardado q acha q ele sabe. a verdade dou. se esse ministro prestasse para alguma coisa ele estaria em uma empresa gigante no mundo antes de sr ministro ou em um dos estados brasileiro como secretario de fazenda. nunca apareceu o seu feito deve ser por qye estava esporando para salvar o brasil. deus nos ajude.. tem coisa pior do que a covid 19. bolsonaro.

  • RENATA | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 12h28
    8
    2

    Uai Mauro Mendes. Faz como vc fez com o Bolsonaro quando esteve aqui. Faz coraçãozinho. Mesma coisa são nossos senadores, principalmente o Jaime. Outros são os deputados federais, acreditam, votam a favor do que o governo quer, pois faz promessas, e agora todos levam um pé na bunda.

  • Contribuinte | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 12h19
    9
    1

    Pra quem não sabe esse dinheiro não pertence somente ao Estado, pertence aos municípios também. Fomos enganados! Fora Bolsonaro!

  • Ggm | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 11h38
    9
    1

    Esse ministro veio para destruí a economia brasileira.

  • Raimundo | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 10h58
    4
    2

    Eu que não daria um real para esse governo MM, isso é igual dar dinheiro para filho drogado.

  • alexandre | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 10h43
    6
    1

    vai tudo nos duodecimos e verbas indenizatorias...

  • José | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 10h27
    10
    2

    Nem Paulo Guedes nem Bolsonaro honram o que falam ( pois só falam asneira) dois juntos numa carroça não dá certo

  • jose a silva | Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 10h14
    6
    4

    R$ 88 milhões? Onde vocês viram ou ouviram isso? São R$ 88 bilhões seus cretinos!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS