25 de Maio de 2020,

Entrelinhas

A | A

Quinta-Feira, 21 de Maio de 2020, 00h:45 | Atualizado:

R$ 98 MILHÕES

MT mantém rescisão de contrato na Arena

arenapantanal.jpg

 

O governador Mauro Mendes (DEM), manteve a suspensão de um contrato de R$ 98 milhões firmado pelo ex-governador Silval Barbosa com o Consórcio C.L.E. Arena Pantanal, responsável por executar serviços de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) no estádio que recebeu quatro partidas da Copa da Fifa 2014. A suspensão se deu em fins de 2018, após investigação realizada pela CGE (Controladoria Geral do Estado), cujo resultado foi mantido pela PGE (Procuradoria Geral do Estado).

Esses procedimentos tiveram início devido à suspeita de que a empresa Canal Livre S/A, líder do consórcio, tenha pago propina no valor de R$ 300 mil ao então governador. Ele próprio informou o crime ao MPF (Ministério Público Federal) quando firmou seu acordo de delação premiada na PGR (Procuradoria-Geral da República) e homologado pelo ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Sérgio CPA | Quinta-Feira, 21 de Maio de 2020, 05h50
    2
    0

    Quando os escândalos da Copa 2014 serão apurados? Não vejo falar mais nisso. Silval, Riva, Éder e cia sairão impunes dessa?vLT- valha-me Larápios Trapaceiros

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS