22 de Fevereiro de 2020,

Entrelinhas

A | A

Domingo, 07 de Setembro de 2014, 08h:14 | Atualizado:

ESPAÇO ILEGAL

Muvuca sai do ar nos proporcionais

muvuca-feira.jpg

 

A juíza Ana Cristina Mendes determinou a suspensão imediadata da propaganda eleitoral gratuita na televisão dos candidatos a deputado federal pela coligação "Mobilizar e Humanizar". A medida é devido ao fato de aparecer nos comerciais a imagem e número do candidato a governador pela aliança, o jornalista José Marcondes "Muvuca" (PHS).

A magistrada concedeu a liminar atendendo um pedido da coligação "Coragem e Atitude para Mudar" que tem o senador Pedro Taques (PDT) como postulante ao palácio Paiaguás. "O engenho publicitário em questão, trata-se de clara e desnecessária tentativa de massificar o nome e o número do candidato majoritário, em um pedido subliminar de votos, sem qualquer vinculação às candidaturas ao pleito proporcional, o que é defeso", explica a decisão.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS