15 de Novembro de 2019,

Entrelinhas

A | A

Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 10h:01 | Atualizado:

70 MIL

Número de grampos é chocante em MT

grampos.jpg

 

O desembargador Orlando Perri avalia que entre 2014 e 2017 cerca de 70 mil telefones foram grampeados em Mato Grosso. Pelo jeito o difícil será saber quem não foi grampeado. 

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Simone | Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017, 07h58
    1
    0

    Cadê presídio federal no zaqueu lesco e barros Cadê conselho expulso Cadê tenente ledur não foi expulso ainda Vai economizar mais 300 mil Acelera

  • Daniel | Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017, 07h49
    0
    0

    esse crime é muito sério! Se em MT nao apurarem.. que apurem na PGR agora que o amigo Janot de Taxi nao esta mais lá. Perri lute e não desista.. não deixe isso ficar impune e queremos a lista.. por favor divulgue a lista e ganhará mais força da população

  • airton jose fernandes | Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017, 07h25
    0
    0

    PARABÉNS P A U L O , FALOU BONITO , ESSE TAL DE PERRI ELE E ABUSADO MESMO E SE ACHA O DONA DA SITUAÇÃO, CORRETIVO NELE GENTE ..............................................

  • alexandre | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 19h41
    3
    0

    E o mandante ?

  • conan | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 19h03
    1
    5

    VOLTO A PERGUNTAR...ONDE ESTAVA ESSE DESEMBARGADOR NO GOVERNO PASSADO????

  • sebastião antunes | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 18h36
    2
    3

    Estamos vivendo a maior crise politica da historia de MT . delações e mais delações escancarando as entranhas do esgoto da politica deste estado. Onde esta todo mundo quando tudo isso acontecia. Fica esse povo mexendo em grampo de telefone ....... não tem nada mais importate para fazer?

  • roberto | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 17h15
    14
    0

    nos tínhamos o direito de saber quais foram os números interceptados por esta quadrilha.

  • PAULO | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 15h00
    6
    14

    ESSA NOTÍCIA É HILÁRIA, PARA NÃO DIZER ABSURDA.... A IMPRENSA DEVERIA COMEÇAR A USAR TERMOS CORRETOS PARA NOTICIAR FATOS.... "70 MIL TERMINAIS TELEFÔNICOS INTERCEPTADOS E AUTORIZADOS PELA JUSTIÇA"... ASSIM ATÉ PODEMOS ACREDITAR.... AGORA, UTILIZAR O TERMO "GRAMPEADO", DENOTANDO ILEGALIDADE, FICA PARECENDO QUE TODOS OS CIDADÃOS MATO-GROSSENSES TIVERAM SUA PRIVACIDADE VIOLADA.... O QUE É UMA MENTIRA INTOLERÁVEL.... E OUTRA, LI EM UM COMENTÁRIO FEITO, UM CIDADÃO DIZENDO PARA SAIR A LISTA DE TODOS OS "GRAMPEADOS"..... ISSO DEMONSTRA O DESCONHECIMENTO DESSE CIDADÃO SOBRE O INSTITUTO DESCRITO PELA LEI 9296/1996..... ENTÃO, A IMPRENSA TEM OBRIGAÇÃO DE INFORMAR DE FORMA CORRETA SOBRE ESSE DELICADO ASSUNTO..... PODERIA FALAR MAIS SOBRE ESSA NOTÍCIA "SEM NOÇÃO", MAS FICA A DICA PARA A IMPRENSA.... PRIMEIRAMENTE, BUSQUE VERIFICAR OS DISPOSITIVOS LEGAIS SOBRE A INTERCEPTAÇÃO TELEFÔNICA, PARA DEIXAR OS CIDADÃOS INFORMADOS DE FORMA CORRETA..... SEGUNDO, AGUARDE O JUDICIÁRIO INFORMAR QUANTOS TERMINAIS FORAM REALMENTE INTERCEPTADOS SEM AUTORIZAÇÃO JUDICIAL (SE É QUE ACONTECEU) ............. AGORA, SE REALMENTE ESSA INFORMAÇÃO SAIU DO NOBRE DESEMBARGADOR, A IMPRENSA DEVERIA ESTUDAR O ASSUNTO E INFORMAR A ELE O MODO CORRETO DE DIVULGAR NOTÍCIAS PARA A NOSSA POPULAÇÃO....

  • Nill | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 14h34
    9
    11

    Por que o nobre desembargador está tão preocupado com os grampos? Será que ele foi grampeado? Tantas denúncias contra deputados estaduais, secretários de estados, magistrados onde a competência é do TJ MT, o caso da Maçonaria e magistrados, casos q o erários público foram desviados, e a sociedade não teve a resposta até hj, mas os grampos são "são mais importantes ", teve até juiz morto no Paraguai, e qual foi a resposta dada a sociedade mato-grossense?? O maior crime são os grampo.

  • Deixa que eu chuto | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 11h33
    20
    2

    Difícil essa situação. A publicação da lista pode trazer à tona diversas investigações realizadas contra suspeitos de crimes. Porém, a falta dela também impede que o cidadão de bem que teve sua privacidade invadida por essa quadrilha possa tomar as providências judicias cabíveis. Deveria haver um canal de consulta disponível pelo Judiciário.

  • Juca de Cuiabá | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 11h06
    32
    3

    E O CHEFE DESSA GRAMPOLANDIA ESTA SOLTO... MANDA GRAMPEAR OS INIMIGOS,...DESAFETOS E ADVERSARIOS POLÍTICOS E FICA AI DANDO UMA DE SANTO.... PINÓQUIO NAO ADIANTA VOCÊ VIR COM RSSA CONVERSA MOLE PRA BOI DORMIR.... PORQUE SE OS CORONEIS ABRIR A BOCA VOCÊ E O PRIMO VÃO PRA CADEIA.

  • rocha | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 10h55
    26
    4

    Parabéns desembargador Orlando Perri , vamos desmascarar esse governo bisbilhoteiro.

  • Pedro | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 10h14
    23
    3

     “Povoa o meu espírito fundadas dúvidas se não há alguém do nosso meio – membros da magistratura – envolvido. Porque como poderiam ser enganados diante dessas resoluções que são tão didáticas. Não sei se já apurou, mas me inquieta tanta inocência para alguém que exerce uma função de tanta responsabilidade”, "O desembargador se mostrou preocupado com a possibilidade de que o judiciário também tenha tido participação efetiva no esquema por conta da atuação de alguns juízes. O magistrado disse desconfiar que os militares tenham simplesmente enganado os juízes, sem que estes últimos não tenham tomado qualquer precaução". Eu penso exatamente nesses termos. Não é possível uma esquema dessa monta ser perpetrado somente por policiais militares. Se não existir o permissividade de outros atores o troço não prospera. Excetos se ocorrer em altíssimo grau descuido, desdém, falta de atenção para com as atribuições que lhes são cabíveis.

  • cidadão honrado | Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 10h09
    27
    1

    deveriam publicar a lista de todos os grampeados, porque essa lei do silêncio, já não basta a impunidade contra esses bandidos que grampearam todos? este silêncio das instituições que deveriam publicar a lista e punir os responsáveis é um crime hediondo.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS