28 de Março de 2020,

Entrelinhas

A | A

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020, 08h:26 | Atualizado:

IMPEDIMENTO LEGAL

Secretário não pode disputar vaga no TJ

gallo-entrevista.jpg

 

Uma resolução do Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) impede que o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, dispute a indicação ao cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Segundo a resolução, o postulante a vaga tem que estar exercendo a advocacia nos últimos 10 anos.

Procurador de carreira, Gallo poderia se candidatar a vaga, pois advogaria em favor do Estado. Contudo, está no cargo de secretário de Fazenda desde dezembro de 2017, o que impede de exercer a função na Procuradoria Geral do Estado.

O secretário era um dos cotados para disputar a lista sêxtupla do Quinto Constitucional da OAB. A vaga será aberta após o Tribunal de Justiça aprovar a criação de 9 vagas de desembargadores, das quais uma será de indicação da Ordem.

Das vagas destinadas a Ordem, os advogados escolhem uma lista sêxtupla, que é encaminhada ao TJMT, que reduzirá para uma lista tríplice. Os três nomes serão encaminhados para o governador do Estado definir o novo membro do Judiciário.

 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Ande | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 08h49
    1
    1

    Mas ele vai dar um jeitinho pois além de ser o cabeça do Mauro mente ele é ‘ MAÇOM’, a sua vaga tá garantida, e o mundo descendo ladeira abaixo por causa desse clubinho de bolinha.

  • Carlos Eduardo | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 08h30
    1
    0

    As vagas nem existem ainda e já está essa briga toda. Imagina quando existirem.

  • Yuri | Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020, 09h27
    5
    2

    Toma!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS