10 de Agosto de 2020,

Entrelinhas

A | A

Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 13h:54 | Atualizado:

CASA DA VERGONHA

STF barra coercitiva em Cuiabá

camara.jpg

 

A Câmara de Vereadores de Cuiabá é literalmente uma piada. Nesta quarta-feira, os parlamentares que compõem uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) demonstraram mais uma vez total falta de conhecimento jurídico e, numa atitude eleitoreira por parte dos oposicionistas, aprovaram uma condução coercitiva para que o ex-assessor Valdecir Cardoso seja obrigado a explicar as circusnstâncias em que ele montou uma câmera indiscreta para gravar o ex-deputado estadual e atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), recebendo dinheiro.

Valdecir alegou estar em viagem e que só poderá prestar os esclarecimentos após o dia 20. Ele chegou a comunicar a Polícia Federal que Emanuel foi gravado no palácio Paiaguás recebendo uma dívida de seu irmão com o ex-chefe de gabinete, Sílvio César Corrêa, e o dinheiro não seria compra do apoio do político na gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

Apesar do pedido de remarcação da oitiva, os parlamentares reivindicaram que a Justiça autorize força policial para obrigar Valdecir a depor. Todavia, a tendência é que o pedido seja negado, pois desde o final do ano passado Supremo Tribunal Federal proibiu conduções coercitivas para investigados e, principalmente, testemunhas, o que é o caso de Cardoso.

 



Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • ruben melo | Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 12h31
    1
    1

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk só palhaçada sera que esses vereadores que compoe a cpi nao tem o que fazer..só analfabeto......nem para vereador serve.......

  • Othon Fialho Blessmann | Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 11h15
    2
    0

    Me parece haver um equivoco:O STF,ao que sei,nada decidiu quanto a condução.O que houve foi uma decisão monocrática do Ministro Gilmar Mendes,que não possui efeito vinculante,ou seja só vale para o caso especifico e não obriga nenhum magistrado a segui-la

  • Adonis Oliveira | Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 10h49
    3
    0

    "Total falta de conhecimento jurídico" é o jornalista que redigiu a matéria, sem sombra de dúvidas matéria tendenciosa!

  • DORALICE | Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 10h31
    2
    1

    FALAR O QUE DE PESSOAS QUE SE ELEGEM PARA BENEFICIO PRÓPRIO? QUEREM O SALARIO A VERBA INDENIZATORIA E MUITOS CARGOS NA PREFEITURA. SE O MINISTÉRIO PUBLICO ENQUADRAR O EX-VEREADOR OSEIAS MACHADO, HOJE NA PREFEITURA, A POPULAÇÃO VAI FICAR SABENDO QUANTOS INDICADOS CADA VEREADOR TEM NA PREFEITURA. VAI DESCOBRIR TODO O NEPOTISMO CRUZADO ENTRE A CAMARA E A PREFEITURA. A CAMARA DE CUIABÁ É UM CIRCO DA PREFEITURA HA MUITOS ANOS E CONTINUA SENDO BASTA VER QUANTOS MALHEIROS, CABRAIS, ARAUJOS, GUARANAS, ESTÃO EMPREGADOS LA. O POVO É QUE PAGA ESSE CABIDÃO DE EMPREGOS.

  • LUNETA | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 22h45
    12
    2

    Essa câmara de vereadores de Cuiabá é asquerosa. Seus vereadores são mal preparados para representar os anseios prementes e imediatos da população cuiabana. Parece mais um coliseu de gladiadores, cada um defendendo o seu ego e vaidade. Verdadeira casa dos horrores.

  • Gilmar | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 22h02
    7
    7

    Mídia lixo, matéria tendenciosa

  • Adalberto Resende de Souza | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 21h58
    3
    2

    não é só em Cuiabá isto acontece no Brasil inteiro vcs acompanhem nos noticiários de todos os meios de comunicação os bandidos que roubam esperança do povo brasileiro não e aqueles delinquentes do Rio de Janeiro nao defendendo estas pessoas errantes mas estamos em um dilema que e o bandido o político ou aquela criança que não teve chance de estudar em uma escola descente.......depois estes cidadãos mais bandidos que os bandidos se fazem de vitiimas e uma palhaçada.................vamos acordar seus políticos bandidos ladrões de esperança do povo brasileiro

  • Adalberto Resende de Souza | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 21h40
    3
    2

    no Brasil e mais difícil ter politicos honestas do que os bandidos do Rio de Janeiro pararem de guerrearem por ponto de venda de drogas.........que isto nao seja incentivo mas já pensou se estes bandidos resolver ajudar a população ir la em Brasília no congresso porque as nossas leis so favorecen o banditismo ai eles(políticos) iriam mudar estas leis do dia pra noite enquanto isto não acontece os bandidos são os políticos todos ladrões da esperança do povo brasileiro

  • Renato Viana | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 21h07
    7
    5

    Os vereadores da oposição que reivindicaram a condução coercitiva estão certos sim, pois a liminar de autoria do ministro Gilmar Mendes atinge tão somente a proibição de condução coercitiva de pessoas que são investigadas e não foram notificadas para depor. A liminar não se aplica à CPI da do Paletó que tramita na Câmara de Cuiabá, pois o depoente Valdecir Cardoso é testemunha, foi devidamente notificado para depor e se ausentou, pois motivos de uma viagem não e motivo para mudar data de depoimento. Portanto, esse cidadão pode ser submetido à condução coercitiva por decisão soberana do presidente da CPI do Paletó.

  • Firmo oliveira filho | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 21h05
    4
    2

    Nem tontos nem malas, aves de rapinas que lesam o erário público ,e eles estão unidos e nós assistindo à tudo isso acontecer ,e continuamos a eleger essa corja de corruptos.

  • Rolemberg de Olho na Notícia | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 21h00
    7
    5

    ESSES VEREADORES DA CPI VÃO É SER DESMORALIZADOS.

  • Caco Bonato | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 20h54
    10
    3

    Folhamax, apaga que tá feio! Custa dá um Google antes de publicar uma nota desinformada e errada como essa. O ministro Gilmar, liminarmente, barrou a coercitiva de réus que NÃO TENHAM SIDO INTIMADOS. O cidadão FOI INTIMADO E NÃO COMPARECEU!! ENTENDEU O QUER QUE EU DESENHE???

  • Jaja | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 17h09
    34
    5

    O STF (Gilmar Mendes) deu liminar para proibir a condução coercitiva de INVESTIGADOS, não de testemunhas. Vergonha estão passando vocês ao veicular uma noticia dessas.

  • Joilson | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 16h46
    26
    6

    Matéria tentensioza...o STF nem julgou... vergonha

  • luma | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 16h35
    12
    3

    bando de infames corruptos...casa dos horrores...

  • Carlos | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 16h28
    18
    14

    O Dilemala quer ser deputado. O Bussiki é um bobo. O Welaton quer ser deputado e é um bobo. Aonde vamos parar? Cuiabá precisando de leis modernas, de pessoas altivas e a gente cai na mão desses tipos... é triste

  • Otavio | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 15h32
    47
    17

    Piada é o prefeito sair embolsando dinheiro público e fazer o tonto do Adevair de marionete

  • rebeca | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 15h19
    36
    6

    esses Vereadores são uns Malas mesmo. ESTÃO FAZENDO BARULHO SÓ PARA FAZER DE CONTA QUE ESTÃO TRABALHANDO. Qual eleitor que não sabem que isso é só para fazer de conta que estão investigando alguma coisa??? essA CPI VAI DAR EM NADA apenas vão gastar uma fortuna justificando que era pra defender o prefeito de injustiça da grana no paleto, ele não [e corrupto é apenas um empréstimo para comprar votos.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS