05 de Agosto de 2020,

Entrelinhas

A | A

Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 08h:57 | Atualizado:

EU OU ELE

Zeca ou Taques deverá deixar o PDT

zeca-pdt.jpg

 

Deu na coluna Cuiabá Urgente do jornal Diário de Cuiabá de hoje: Diante da crise interna dentro do PDT de Mato Grosso, muitos pedetistas estão comentando que já não há espaço para o deputado estadual Zeca Viana e o governador Pedro Taques. Apesar da direção nacional ainda não ter determinado nenhuma ação nesta crise, tudo indica que mais cedo ou mais tarde, um dos dois deverá deixar a sigla e migrar para outro partido. Enquanto isso não ocorre, as especulações continuam dando como certa a saída de Taques do PDT e a sua filiação ou no PSDB ou no novo partido da ex-senadora Marina Silva: o Rede Sustentabilidade. 



Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Ademar Adams | Terça-Feira, 07 de Abril de 2015, 22h18
    0
    0

    O comentário da Célia está perfeito. Comunga dos mesmos pensamentos. Taques é um homem conservador, alinhados com as teses do liberalismo econômico e conformado com o sistema político atual. Tem até tutano, mas tem todo jeito tucano...

  • Celia | Sábado, 21 de Março de 2015, 18h34
    1
    0

    O PDT foi fundado por Leonel Brizola, no exílio, em Lisboa, em 1979, mas sua herança histórica vem da Revolução de 30, com Getúlio Vargas, e depois João Goulart. O PDT - Partido Democrático Trabalhista - surgiu em 17 de junho de 1979, em Lisboa, fruto do Encontro dos Trabalhistas no Brasil com os Trabalhistas no Exílio, liderados por Leonel Brizola. Seu objetivo era reavivar o PTB, Partido Trabalhista Brasileiro, criado por Getúlio Vargas e presidido por João Goulart, e proscrito pelo Golpe de 1964. Desse encontro, ao qual esteve presente o líder português Mário Soares, representando a Internacional Socialista, saiu a Carta de Lisboa, que definiu as bases do novo partido. "O novo Trabalhismo" - dizia o documento - "contempla a propriedade privada condicionando seu uso às exigências do bem-estar social. Defende a intervenção do Estado na economia, mas como poder normativo, uma proposta sindical baseada na liberdade e na autonomia sindicais e uma sociedade socialista e democrática. Uma manobra jurídica, patrocinada pela ditadura, no entanto, conferiu a sigla a um grupo de aventureiros e adesistas, que se aliou às elites dominantes, voltando-se contra os interesses dos trabalhadores. Leonel Brizola, depois de 15 anos de desterro, Doutel de Andrade, Darcy Ribeiro e outros trabalhistas históricos já tinham retornado ao Brasil, quando a Justiça Eleitoral entregou, em 12 de maio de 1980, o PTB àquele grupo, ironicamente encabeçado por Cândida Ivete Vargas Tatsch, uma sobrinha em segundo grau de Getúlio. "Consumou-se o esbulho", denunciou Brizola, chorando e rasgando diante da televisão um papel sobre o qual escrevera aquelas três letras, que durante tanto tempo simbolizara as lutas sociais no Brasil. "Uma sórdida manobra governamental " - disse ele - "conseguiu usurpar a nossa sigla para entregá-la a um pequeno grupo de subservientes ao poder... O objetivo dessa trama é impedir a formação de um partido popular e converter o PTB em instrumento de engodo para as classes trabalhadoras". Uma semana depois, nos dias 17 e 18 de maio, os trabalhistas autênticos reuniam-se no Palácio Tiradentes, sede da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, para o Encontro Nacional dos Trabalhistas, que, contou com a participação de mais de mil pessoas. Lá foi anunciada a adoção de uma nova sigla para o partido - PDT. No dia 25 de maio, outra reunião, na ABI, Associação Brasileira de Imprensa, na Cinelândia, aprovou o programa, o manifesto e os estatutos do Partido Democrático Trabalhista. POIS É....ESTEPARTIDO LINDO, NADA TEM A VER COM O DNA DO TAQUES.....O DEPUTADO SIM, ´´E QUE TEM SINTONIAS COM O BOM E VELHO PDT

  • joaquim alexandre neto alexandre | Sábado, 21 de Março de 2015, 17h06
    0
    0

    Quem vale mais um governador ou um deputado chorão acorda PDT o povo ta com taques

  • eduardo | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 20h00
    5
    0

    para quem conhece um pouquinho só de história e de ideologia partidária sabia muito bem que há muito pouco afinidade do senhor pedro taques com as teses do pdt, partido forjado na luta de brizola, darcy ribeiro, jefferson peres, cristovam buarque, dentre outros bravos ideólogos que tornaram o pdt uma referência da luta social-trabalhista no país. na verdade, o senhor pedro taques usou a história desse partido para galgar a escadinha do poder, e para isso usou também de pessoas bem intencionadas que o apoiaram sonhando em verdadeiras mudanças, preconizadas na campanha eleitoral e engavetadas quando tomou posse. o pdt, pela sua história, é muito maior do que pessoas que passam pelo partido para simplesmente conquistar mandato, isso não acrescenta nada para a linda história construída por brizola e darcy ribeiro. vejo pedro taques fora do ninho (realmente o ninho certo dele é outro, acho que é aquele de pluma colorida e bico saliente), para construiu um partido têm que praticar suas teses e valorizar sua militância, coisa que o atual governador esqueceu de fazer...

  • Juarez | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 17h48
    6
    0

    Discordo de Paulo Jorge. Pois o PDT sempre existiu dentro do Estado. Tanto é que já teve dos Governadores com o Taques. O primeiro foi o saudoso, Dante de Oliveira, eleito pelo o PDT, de Brizola

  • Diego | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 16h07
    3
    8

    Se o Taques for para o PSDB continuarei votando nele tranquilamente. Ele já mostrou que não é o partido que determina sua conduta ética e moral, além, é claro, de estar provando dia a dia que tem coragem para governar e não precisa lançar mão do populismo clássico que está entranhando entre nossos políticos e que geram tantos prejuízos à sociedade. Ademais, desde quando os partidos brasileiros brigam por ideias? Só uma pessoa ingênua determinaria seu voto por causa do partido de um político (exceto se esse partido for o PT, que na verdade é uma quadrilha, ou um dos seus auxiliares terroristas). Se fossem fieis aos seus ideais o Brasil já seria uma cuba, pois a maioria dos partidos brasileiros adotam as bandeiras de cuba e/ou o socialismo como símbolo da nação e ideologia política respectivamente. Basta ir a uma convenção do PT, PSOL, PCO, PTdoB, PPS, PSB, etc. para presenciar isso. Há nenhuma ou muito poucas referências à bandeira brasileira, especialmente nos encontros dos terroristas do PCO, PTdoB, PSOL e PT. Se bem que socialista gosta mais de dinheiro do que capitalista, então talvez ao chegar ao poder tenham deixado sua vaidade falar mais alto e não se alegraram com a ideia de ter que perder o caviar para viver na miséria comunista. Enfim, tanto faz se ele vai ficar no PDT, se vai pro PSDB, REDE, ou para o PMDB, o Taques vai continuar governando como está fazendo agora, dando exemplo para outros chefes do executivo de como se governa com seriedade e responsabilidade, independentemente de ter que tomar atitudes amargas. E é por isso q continuarei a votar nele com toda tranquilidade do mundo.

  • cuiabano | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 15h10
    8
    2

    Paulo vc tá enganado, o PDT sempre existiu no em mt mesmo antes desse Pedro taques. Diante dessa briga vejo q o nobre deputado tem a razão uma vez q ele carregou pra cima e pra baixo o Pedro taques, q por sinal tem muito a mostrar p todos nos...

  • JOSÉ | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 14h22
    4
    4

    Taques vá para o REDE que é um partido novo e não tem rabo preso

  • Paulo Jorge | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 13h24
    3
    6

    O PDT em Mato Grosso nunca existiu.Foi criado para ser um partido de aluguel, ou seja uma Maria vai com as outras. A transformação ocorrida nesse partido em MT, deve-se ao n.alcaide Pedro Taques, que o impulsionou, dando um novo rumo a este Partido.Para a manutenção dessa visibilidade, o ideal é que Zeca Viana, suma e desapareça para bem longe e só o capeta o encontre.

  • Paulo dos Santos | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 13h17
    3
    2

    Vai para REDE SUSTENTABILIDADE por último o PSDB

  • CMC | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 12h17
    10
    3

    Se Pedro Taques for para o PSDB, Nunca mais votarei nele!

  • Daniela | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 10h20
    5
    12

    Zeca Viana caça o rumo! Vaza!

  • Ademar Adams | Sexta-Feira, 20 de Março de 2015, 09h54
    7
    3

    Taques Brizolista é piada...Não sei o que ele foi tcherá no PDT.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS