03 de Julho de 2020,

Esporte

A | A

Domingo, 24 de Maio de 2020, 10h:15 | Atualizado:

AGORA É LEI

Bebida alcoólica é liberada nos estádios de Mato Grosso

cervajaarenapantanal.jpg

 

O Governo do Estado de Mato Grosso sancionou a lei que libera venda e consumo de bebida alcoólica em estádios mato-grossenses A sansão da lei foi publicada nesta quinta-feira (21) no Diário Oficial. A lei é de autoria do deputado estadual Faissal Calil (PV). 

“Temos que agradecer ao governador Mauro Mendes (DEM) pela sansão da Lei, ao deputado estadual Faissal Calil, autor do projeto de Lei, e ao secretário de Esportes, Allan Kardec (PDT), que tem trabalhado em conjunto conosco para retomarmos o futebol de Mato Grosso”, declarou o presidente da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), Aron Dresch.

Aron foi um dos interlocutores para a sansão da lei ao lado do Executivo e Legislativo municipal. 

De acordo com a lei, além da arquibancada, os camarotes dos estádios também poderão autorizar a venda e consumo nas arquibancadas. A venda só poderá ser realizada uma hora e meia antes do início das partidas e até uma hora após o fim do jogo realizado.

“Todo cidadão que vai ao estádio tem o direito ao entretenimento de forma plena. Proibir o consumo de bebidas é violar esse direito. Para alguns a bebida é condenada por gerar violência, mas quem gera violência é o ser humano. Portanto,se alguém se descontrola, ele que tem que ser condenado, e não toda a sociedade. O Deputado Faissal está de parabéns  pela lei”, declarou Geandre Bucair, um dos dirigentes do Dom Bosco.

Vale destacar também que as bebidas deverão também ser comercializadas somente dentro de embalagem descartável, cujo recipiente não ultrapasse 500ml.

“Temos que ajudar o futebol de Mato Grosso, ao invés de atrapalhar, proibir a bebida alcoólica dentro do estádio, é ultrapassar o bom senso”, disse o deputado Faissal Calil.

 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Torcedor | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 06h31
    0
    0

    simples...!! faz igual o que fazem com motoristas....! se o cara fizer confusão no estádio, é só fazer bafômetro, e dobrar a pena imposta ...!

  • Eleitor | Domingo, 24 de Maio de 2020, 14h50
    1
    0

    SINCERAMENTE ESTA LEI DESTE DEPUTADO É UM RETROCESSO PORQUE A POLICIA TEM TRABALHADO DIA E NOITE PARA RETIRAR OS BÊBADOS DO TRANSITO E ASSIM EVITAR QUE MORTES SEJAM CAUSADAS POR MOTORISTAS EMBRIAGADOS. JÁ QUE ESTE DEPUTADO QUERIA LIBERAR A BEBIDA DENTRO DOS ESTÁDIOS A LEI DELE DEVERIA PREVER A PROIBIÇÃO DESTES TORCEDORES VIR EM SEUS VEÍCULOS PRÓPRIOS PORQUE AQUELE PAPO DE QUE QUEM VAI DIRIGIR NÃO VAI BEBER NO ESTADIO É CONVERSA FIADA PORQUE QUEM NÃO BEBE NÃO ANDA COM QUEM BEBE É INCOMPATÍVEL AS CONVERSAS E AS POSTURAS. DE QUEM BEBE BEBIDA ALCOÓLICA COM QUEM NÃO BEBE...LEI DO RETROCESSO...

  • Ivo | Domingo, 24 de Maio de 2020, 12h15
    0
    4

    Parabéns ao deputado e ao governador que sancionou a lei. Depois que proibiram bebida nós estadios diminuíram os torcedores porque vão pra torcer e tomar umas que é muito bom. Agora acho que haverá mais torcedores

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS