10 de Dezembro de 2019,

Esporte

A | A

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 13h:40 | Atualizado:

FIM DE JEJUM

Brasil faz 3 na Coreia e vence após 5 jogos

lodi.jpg

 

A Seleção Brasileira encerrou o jejum de cinco jogos consecutivos sem vitórias na manhã desta terça-feira. Diante de um público minúsculo no Mohammed Bin Zayed Stadium, o time comandado por Tite ganhou da Coreia do Sul por 3 a 0, resultado que alivia a pressão sobre o treinador.

No primeiro tempo, Lucas Paquetá abriu o placar de cabeça e Philippe Coutinho ampliou em cobrança de falta. Na etapa complementar, a Seleção Brasileira fechou o marcador com um golaço marcado por Danilo após passe do inspirado Renan Lodi.

O triunfo, alcançado no último amistoso do ano, foi o primeiro do Brasil desde a final da Copa América. Nos cinco jogos anteriores, a Seleção viveu jejum contra Colômbia (2 x 2), Peru (0 x 1), Senegal (1 x 1), Nigéria (1 x 1) e Argentina (0 x 1). A equipe de Tite volta a se reunir apenas em março de 2020 para disputar as Eliminatórias.

O Jogo – A Seleção Brasileira conseguiu inaugurar o marcador logo aos 8 minutos do primeiro tempo. Em jogada pelo lado esquerdo, Renan Lodi recebeu de Philippe Coutinho e cruzou. A bola desviou na marcação e ficou na medida para cabeçada certeira de Lucas Paquetá.

O time canarinho aumentou sua vantagem aos 35 minutos da etapa inicial, quando Fabinho sofreu falta na entrada da área. Na cobrança, Philippe Coutinho bateu colocado e viu a bola morrer nas redes, encerrando um jejum de cinco anos da Seleção Brasileira no quesito.

A Coreia do Sul teve em Son seu principal jogador e criou a melhor chance nos minutos finais. Em cobrança de falta, Jung bateu direto e a bola passou pela barreira. Alison espalmou e Philippe Coutinho, na tentativa de ceder escanteio, chutou na trave.

Com trocas de passes envolventes no campo de ataque, o Brasil chegou ao terceiro aos 14 minutos da etapa complementar. Renan Lodi recebeu de Richarlison pela esquerda e deu belo cruzamento rasteiro. Do outro lado, Danilo completou com força para marcar um golaço.

O Brasil manteve o domínio da partida e o goleiro Alisson não correu grandes riscos no campo de defesa. Com vantagem significativa no marcador, a Seleção trocou muitos passes e não precisou investir na criação de novas oportunidades de gol.

O técnico Tite mexeu durante o segundo tempo e promoveu, inclusive, as entradas de Douglas Luiz e Emerson. Na última boa chegada do Brasil, Richarlison recebeu de Firmino pela esquerda e, na cara do gol, chutou para fora ao tentar toque por cobertura.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • sousa pereira sousa | Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 17h07
    0
    0

    Time ruim com jogadores meia boca,treinador ruim já mais vai ganhar uma copa do mundo.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS