19 de Novembro de 2019,

Esporte

A | A

Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 10h:38 | Atualizado:

VÔLEI DE PRAIA

Duplas classificadas para Tóquio jogam em Cuiabá

voleidepraia2.jpg

 

Ao entrarem em quadra na etapa de Cuiabá (MT) do Circuito Brasileiro Open, nesta semana, Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Alison/Álvaro Filho (ES/PB) já serão atletas selecionados pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) aos Jogos Olímpicos de Tóquio. A confirmação veio na última semana e os dois times serão um dos atrativos da disputa que ocorre de quarta-feira (23.10) a domingo (27.10), na arena montada no estacionamento do ginásio Aecim Tocantins, no bairro Verdão. A entrada aos torcedores é franca durante todos os dias.

Além de reunir diversos medalhistas olímpicos, pan-americanos e mundiais em evento gratuito, o torneio também conta com transmissão ao vivo de todos os duelos para os fãs que estiverem distantes. As partidas da fase de grupos até as semifinais serão exibidas no site voleidepraiatv.cbv.com.br e no Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). As finais serão exibidas exclusivamente pelos canais SporTV, na manhã de domingo.

Além de Ana/Rebecca e Alison/Álvaro Filho, as duplas Ágatha/Duda (PR/SE) e Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF) também garantiram o direito de estar em Tóquio, mas, por conta da disputa dos Jogos Mundiais Militares, na China, não presentes estarão em Cuiabá. Rebecca, que recentemente também conquistou medalha de prata nos Jogos Mundiais de Praia, no formato 4x4, comentou a expectativa por estar em Cuiabá após a definição da vaga.

“Estou muito feliz com a confirmação da vaga olímpica, tenho certeza que vamos jogar mais soltas, tentando apresentar um bom voleibol e nos divertirmos. Até pelo fato de ser nossa última competição neste ano, vamos antecipar um pouco as férias, já que começamos o ano um pouco antes que as demais duplas, disputando a etapa da Holanda na primeira semana de janeiro. Vamos dar nosso melhor, nosso ‘gás’ final no ano. Foi uma temporada muito especial e esperamos encerrar em Cuiabá lá no alto do pódio”, disse Rebecca.

Alison, que já possui medalhas de ouro e prata olímpicas, também comentou a classificação para sua terceira participação nos Jogos e a importância dos eventos até Tóquio para afinar ainda mais a parceria com Álvaro Filho. Em Cuiabá, inclusive, defenderá o título, já que venceu a etapa de 2012, com Emanuel, na última vez que a capital mato-grossense recebeu o Open.

“Agora, com a confirmação da vaga, começamos um novo planejamento para nosso time. Nós temos dez meses até os Jogos de Tóquio e é tempo suficiente para nos prepararmos da melhor maneira possível. Nosso primeiro objetivo era garantir essa vaga e agora queremos garantir que vamos fazer tudo que pudermos para jogar da melhor maneira no próximo ano”, disse.

O Circuito Brasileiro conta com 24 duplas em cada gênero, sendo que as 16 equipes mais bem colocadas no ranking de entradas já entram direto na fase de grupos, a partir de quinta-feira (masculino) e sexta-feira (feminino). As outras oito vagas restantes para completar os 24 times ficam abertas para serem disputadas entre até 32 duplas no torneio classificatório (qualifying), que acontece na quarta (masculino) e quinta (feminino).

As 24 equipes classificadas são divididas em seis grupos de quatro e jogam entre si, com os dois melhores times de cada grupo e os quatro melhores terceiros colocados avançando às oitavas de final. A competição segue no formato eliminatório tradicional, com quartas de final, semifinais e disputas de bronze e ouro.

Os 16 times já garantidos no naipe masculino são Alison/Álvaro Filho (ES/PB), Ricardo/Vitor Felipe (BA/PB), Arthur Lanci/Thiago (PR/SC), André/George (ES/PB), Pedro Solberg/Oscar (RJ), Hevaldo/Vinícius (CE/ES), Luciano/Fernandão (ES), Léo Vieira/Jô (DF/PB), Moisés/Harley (BA/DF), Matheus Maia/Eduardo Davi (RJ/PR), Ramon Gomes/Bernardo Lima (RJ/CE), Marcus/Averaldo (RJ/TO), Léo Gomes/Bruno (RJ/AM), Arthur/Adrielson (MS/PR), Anderson Melo/Felipe Cavazin (RJ/PR) e Rafael/Renato (PB).

Já pelo torneio feminino, as 16 equipes que entram direto na fase de grupos, pela posição no ranking de entradas são: Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Fernanda/Bárbara Seixas (RJ), Talita/Taiana (AL/CE), Tainá/Victoria (SE/MS), Carol Horta/Ângela (CE/DF), Juliana/Josi (CE/SC), Neide/Andrezza (AL/AM), Vivian/Vitoria (PA/RJ), Andressa/Diana (PB/RJ), Aline/Juliana Simões (SC/PR), Rafaela/Jéssica (PA), Val/Érica Freitas (RJ/MG), Izabel/Thati (PA/PB), Thamela/Ingridh (ES/PR), Solange/Teresa (DF/CE) e Naiana/Rosimeire Lima (CE/AL).

O Circuito Brasileiro 19/20 conta com sete etapas, três realizadas no segundo semestre deste ano, e quatro que acontecem no primeiro semestre de 2020. A estreia do tour aconteceu em Vila Velha (ES), em setembro, com ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e André Stein/George (ES/PB). Após Cuiabá, o torneio segue para Ribeirão Preto (SP), em novembro. Já as etapas de 2020 passarão por João Pessoa (PB), Maceió (AL), Aracaju (SE) e Rio de Janeiro (RJ).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 46 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos mais de R$ 500 mil por etapa.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS