Esporte Sábado, 18 de Maio de 2019, 04h:45 | Atualizado:

Sábado, 18 de Maio de 2019, 04h:45 | Atualizado:

OBRIGAÇÃO

Tite admite ser demitido se perder Copa América

 

EXTRA

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

tite.jpg

 

Na convocação dos 23 jogadores para a disputa da Copa América, o técnico Tite admitiu que seu futuro à frente da seleção está ameaçado caso a equipe perca a competição em casa. Questionado se priorizaria resultado ou desempenho no primeiro torneio depois da derrota na Copa do Mundo, ele afirmou que prefere ver a equipe jogando bem. Mesmo sabendo que pode balançar no cargo.

- O desempenho vem sempre em primeiro lugar. Mesmo que corra o risco de interromper o trabalho. Eu sei da importância do resultado, mas não tenho controle sobre ele. Sobre desempenho e processo, eu tenho.

Em julho do ano passado, Tite renovou contrato com a CBF até 2022, valorizado depois da Copa do Mundo da Rússia. Prestigiado com o presidente Rogério Caboclo, viu a equipe cair de produção nos amistosos depois da competição. Um dos desejos dele é fazer com que a seleção volte a atuar como em 2017 e no começo de 2018, quando se credenciou como uma das principais favoritas ao título mundial.

- É responsabilidade que ela jogue bonito sim. Teria todos os motivos para dizer que temos 85% de aproveitamento, mas quando que eu falei isso? Entendo o futebol dessa forma. Vai ter triangulação, vamos tentar construir as jogadas ainda atrás e vamos ter ideias de marcar alto, numa zona intermediária e numa área mais atrasada. Tática não atrapalha ninguém e não tira a beleza. É ter um futebol que aconteceu na melhor fase da Copa e nas Eliminatórias.

Será a primeira competição da seleção sob o comando de Tite em solo brasileiro. Na última vez que teve de lidar com a pressão da própria torcida, a os pentacampeões perderam o Mundial de 2014, onde sofreu a histórica goleada de 7 a 1 para a Alemanha na semifinal. Tite reconhece que a cobrança pelo título é maior por ser o país-sede da Copa América.

- Tenho de falar a verdade para os jogadores. Estaremos jogando no nosso país, há uma expectativa alta de conquista. Mas essa expectativa corresponde ao que fazemos como desempenho. Vamos ganhar? Não sei. Mas quero que façam o melhor possível.





Postar um novo comentário





Comentários

Comente esta notícia






Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet