Terça-Feira, 30 de Junho de 2015, 23h20
ABANDONO DO BARCO
Deputados saem do PSD apůs Neurilan

GAZETA DIGITAL

neurilanfraga.jpg

 

Insatisfeito com a definição do prefeito Neurilan Fraga na presidência do PSD em Mato Grosso, o deputado estadual Pedro Satélite analisa pelo menos três convites de filiação. O parlamentar coloca como condição para permanecer no partido que a legenda passe a integrar a base de sustentação do governo Pedro Taques (PDT) na Assembleia Legisltiva. “Só ficaria se fosse definido com o presidente nacional, ministro Gilberto Kassab, que nós pudéssemos dar sustentação ao governador aqui no estado. Eu, enquanto parlamentar já estou na base”, afirma. O PSD foi fundado em Mato Grosso pelo ex-deputado José Geraldo Riva, que polarizou a disputa pelo governo do Estado nas eleições do ano passado, justamente contra o pedetista eleito.

Desde que Riva terminou o mandato e foi preso, a legenda se desestabilizou e agora vem perdendo membros. Diversos prefeitos já decidiram mudar de partidos e,na Assembleia, os deputados do PSD tendem a fazer o mesmo. Satélite, por exemplo, já recebeu convites do PSDB, do PSB e do PMDB, mas sinaliza maior afinidade junto aos tucanos de Mato Grosso.

Ele lembra que o PMDB tem um grande desgaste no estado, devido à gestão do ex-governador Silval Barbosa. E avalia que o planejamento nacional e regional do PSDB, cujos objetivos são, respectivamente, fortalecer a oposição para disputar a presidência da República e alargar o quadro de filiados, com lançamento do maior número possível de candidaturas próprias em 2016, são atraentes.

O deputado, assim como vereadores, aguardam a aprovação da PEC que abre janela eleitoral por 30 dias para mudança de partido.


Fonte: FOLHAMAX
Visite o website: https://www.folhamax.com/