Quarta-Feira, 01 de Julho de 2015, 15h27
Laudo aponta que sangue em carro é de fazendeiro desaparecido em MT

Da Redação

O laudo da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) confirmou que o sangue encontrado no interior da caminhonete abandonada em uma área de mata, em Sinop, a 503 km de Cuiabá, era do fazendeiro Antônio Maronezzi, de 59 anos, que está desaparecido desde o dia 13 de maio deste ano.Ele saiu da cidade com destino a uma fazenda de propriedade dele, naquele município, e desde então não foi mais visto.

A caminhonete dele foi localizada no dia 19 de maio pela Polícia Civil. Pedro Maronezzi, irmão do fazendeiro, afirmou que todos os parentes têm contribuído com as investigações para encontrar o empresário. Ele cedeu uma amostra de sangue para que fosse comparada com o material encontrado no veículo na semana seguinte do desaparecimento.

O sumiço do fazendeiro foi comunicado à polícia após ele não atender mais o telefone celular e a família obter a informação de que ele não tinha chegado até a propriedade rural, três dias depois de ter deixado a cidade com destino à fazenda.

Segundo a sobrinha dele, Julia Milhomem, Maronezzi costumava fazer esse trajeto pela MT-220 em período de colheita.

Para o delegado da Polícia Civil, Carlos Eduardo Botelho, o caso ainda é tratado como desaparecimento e não como latrocínio - roubo seguido de morte, já que o fazendeiro ainda não foi encontrado.


Fonte: FOLHAMAX
Visite o website: https://www.folhamax.com/