Terça-Feira, 07 de Julho de 2015, 12h01
Município decreta situação de emergência para recuperação de ponte

Da Redação

O risco de isolamento tem levado pânico aos moradores de  Novo Mundo (distante 143 km ao norte da capital), que temem que a  ponte de madeira  sobre o Rio Braço Norte, localizada na MT- 419, desabe nos próximos dias.  

Essa via é a única saída do município que, na iminência de uma tragédia, decretou situação de emergência e já  conseguiu junto ao vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro, e ao secretário de Infraestrutura,  Marcelo Duarte, recursos  para recuperação imediata da plataforma.  

A reunião ocorreu na noite desta segunda-feira (06) e foi mediada pelos deputados estaduais Dilmar Dal’ Bosco (DEM) e Pedro Satélite.

O prefeito de Novo Mundo, José Hélio (PR) , afirma que a situação da ponte é apenas o ápice dos problemas existentes na MT- 419, ele relatou  que os 32 km que separam seu município da cidade de Guarantã do Norte encontram-se completamente destruídos, sendo os 6 km  que cercam a ponte os mais deteriorados, e precisarão ser completamente refeitos.

Outro ponto que se encontra comprometido é o trecho próximo a comunidade Cotrel, na saída de Guarantã do Norte, onde existe água minando na rodovia.

“A MT-419 é o único acesso ao nosso município, onde está se instalando uma empresa secadora de grãos, para alavancar nossa economia, com isso aumentará o tráfego de veículos pesados. Temo pelo isolamento da nossa região e também que essa situação da estrada afaste investidores”, afirmou  o prefeito Hélio.

O desgaste da MT-419 sensibilizou o vice-governador que já autorizou convênio com as prefeituras de Novo Mundo, no valor de R$ 750 mil e de Guarantã do Norte R$ 500 mil,  para recuperação imediata das rodovias.

“Estamos  inseridos na Amazônia Legal, se as obras não tiverem início nos próximos dias,  para se se encerre no  máximo até o mês de outubro, só conseguiremos retomá-las em julho de 2016. Aqui o período chuvoso é prolongado, inviabilizando qualquer tipo de edificação”, afirmou o vice–prefeito de Guarantã do Norte, Marcelo de Castro Souza.

Na mesma reunião, os parlamentares  reivindicaram a retomada da pavimentação da MT-320, que liga Colíder à cidade de Carlinda. As empresas responsáveis pela obra, de acordo com o vice-prefeito de Colíder,  Ademir Oscar Crespim, e o vereador  Ricardo Caldeira Rezende, o Lica (PDT), paralisaram os serviços alegando dificuldade financeira.

O secretário de Infraestrutura, Marcelo Duarte, comprometeu-se em  analisar o assunto para retomada imediata dos trabalhos.


Fonte: FOLHAMAX
Visite o website: https://www.folhamax.com/