Quinta-Feira, 23 de Julho de 2015, 12h26
SINDICÂNCIA
Detran investiga despachantes e auto-escola por fraudes em CNH
Empresas atuavam em conjunto para ter acesso ao sistema interno do órgão

GILSON NASSER
Da Redação

autoescola.jpg

 

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) instaurou sindicância para apurar a suspeita de que duas despachantes e uma auto-escola estão envolvidas em suspeitas de fraudes nos processos de emissão de CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Conforme portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) que circula nesta quinta-feira (23), a Sara Despachante com auxílio da Despachante Paris  atuavam efetivamente em processos recebendo apoio da Auto Escola Novas para ter acesso ao Detrannet.

A sindicância será conduzida por três servidores públicos e tem o prazo de 60 dias com possibilidade de prorrogação por igual período para concluir as investigações. 

Em março deste ano, 125 pessoas foram indiciadas por envolvimento em um esquema de fraudes para obtenção de CNH em Mato Grosso, Goiás e Tocantins. Segundo a assessoria da Polícia Civil de Mato Grosso, o inquérito da operação 'Fraus' foi concluído e os envolvidos indiciados no final de fevereiro. Todos os investigados, inclusive os líderes da quadrilha, respondem pelos crimes em liberdade.

Conforme a polícia, todos irão responder por vários crimes de corrupção passiva, ativa, formação de bando e quadrilha (atual crime de associação criminosa), falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistemas, estelionato, dentre outros.

A Polícia Civil estima que o esquema possa ter movimentado mais de R$ 500 mil, levando em conta que os valores variavam entre R$ 300 a R$ 5 mil, para a obtenção da CNH, e o tempo que a prática criminosa era articulada na região.

DetranCNH.jpg

 


Fonte: FOLHAMAX
Visite o website: https://www.folhamax.com/