Terça-Feira, 04 de Agosto de 2015, 11h07
IMPLOSÃO REPUBLICANA
PR quer manter ao menos 2 deputados em MT

A GAZETA

emanuel-fethab.jpg

 

Diante da possibilidade de perder dois deputados estaduais, além da já anunciada desfiliação do senador Blairo Maggi, o presidente e o primeiro-secretário do PR em Mato Grosso, respectivamente, o senador Wellington Fagundes e o deputado estadual Emanuel Pinheiro, se reúnem hoje em Brasília para discutir o rumo do partido. Segundo Emanuel, a conversa deve nortear uma estratégia para tentar manter as lideranças que a legenda já tem e atrair novos nomes. “O convite é natural que ocorra, mas não pode ser normal nós deixarmos um deputado sair sem tentarmos uma atitude a respeito”, pontua.

A iniciativa deve ser focada nos deputados Mauro Savi e Wagner Ramos que estariam avaliando migrar para o PSB. O primeiro confirma ter recebido o convite da legenda socialista, enquanto o segundo tem dito que migrará para o partido que o governador Pedro Taques, que também está de saída do PDT, escolher.

Wellington Fagundes, no entanto, não demonstra tanta preocupação com as ameaças de desfiliação, tendo em vista que a janela partidária que permitiria a iniciativa sem o risco de perda do mandato ainda não está confirmada. “Nesse momento alguns querem sair e outros querem entrar no partido, mas quase ninguém pode fazer isso”, pondera o senador, em referência à exceção no caso dos detentores de cargos majoritários.

Ainda assim, de acordo com Emanuel, a única postura diferente do PR será quanto a Blairo Maggi. “Nós temos respeitado a decisão do senador, até pela liderança que ele representa para Mato Grosso. Ele já externou que está saindo por divergências com a Executiva Nacional e nós aceitamos isso”, diz o primeiro-secretário.A expectativa é que Maggi deixe o PR até setembro, mas, de acordo com Wellington Fagundes, ainda não há nenhuma oficialização de data por parte do senador.


Fonte: FOLHAMAX
Visite o website: https://www.folhamax.com/