Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2015, 16h59
SUSTO NO AR
Avião com 3 deputados de MT perde potência e faz pouso forçado em VG
Este é o segundo caso no Estado em menos de 24 horas

CARLOS DORILEO
Da Redação

azul-deputados.JPG

 

O voo número 2604 da companhia aérea Azul, que decolou no Aeroporto Marechal Rondon com destino a Sinop (500 km de Cuiabá), no início da tarde desta quinta-feira (13) apresentou problemas mecânicos e precisou retornar às pressas ao aeroporto várzea-grandense. Entre os passageiros da aeronave estavam os deputados estaduais Pedro Satélite (PSD), Dilmar Dalbosco (DEM) e Silvano Amaral (PMDB).

De acordo com a companhia aérea, o avião teve uma perda de potência no início do voo e não conseguiu subir até a altura suficiente para prosseguir a viagem com segurança. O comandante então decidiu retornar para Várzea Grande para fazer uma manutenção não programada.

Com o problema, o voo foi cancelado e um novo foi marcado para a manhã de sexta-feira.

Ao FOLHAMAX, o deputado Pedro Satélite contou que vários passageiros ficaram desesperados com o problema na aeronave. “A gente, que viaja direto por este Mato Grosso manteve a tranquilidade. Porém, muitos entraram em pânico e algumas senhoras chegaram a chorar”, disse.

O parlamentar contou ainda que seguiu viagem num voo particular com os demais colegas de Assembleia Legislativa rumo a região Norte do Estado. “Temos agenda inadiável e precisamos seguir viagem”, explicou.

A empresa Azul afirmou que está prestando toda assistência aos passageiros estão sendo prestadas conforme a Resolução 121 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Entre elas, está assistência alimentação e hospedagem aos passageiros.

Este é o segundo caso de pouso forçado no aeroporto Marechal Rondon. Na noite de ontem, um avião da empresa aérea Gol que fazia o trecho Brasília–Cuiabá teve uma queda de altitude momentos antes de pousar no aeroporto Marechal Rondon, causando pânico nos passageiros. 

Dentre os passageiros do avião estavam o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP) e a reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Maria Lúcia Cavalli Neder. 

NOTA

A Azul encaminhou nota a imprensa e disse que a aeronave precisou fazer uma manutenção não programada e, por isso, teve que retornar. Por conta do problema, o voo que fazia a linha entre Sinop e Cuiabá nesta tarde também foi cancelado.

Veja a íntegra da nota:

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras informa que a aeronave que fazia o voo 2604, que partiu de Cuiabá com destino a Sinop na tarde desta quinta-feira (13/08), retornou ao aeroporto de origem devido a uma manutenção não programada. Como consequência, o voo 2605, que faria o trecho Sinop-Cuiabá, também foi cancelado. A companhia está prestando toda a assistência necessária de acordo com a Resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e está reacomodando os clientes via terrestre ou em outros voos da companhia. A Azul lamenta o ocorrido e ressalta que medidas como essas são necessárias para conferir a segurança de suas operações.

 

VEJA MAIS

Avião da Gol com autoridades perde altitude entre Brasília e Cuiabá


Fonte: FOLHAMAX
Visite o website: https://www.folhamax.com/