04 de Abril de 2020,

Mundo

A | A

Terça-Feira, 18 de Fevereiro de 2020, 23h:20 | Atualizado:

BARRACA DE PRAIA

Casal é preso em praia por não consumir nada

BARRACA2.jpg

 

Um casal de banhistas foi preso em Mamitas (Playa del Carmen, México), na semana passada, após ser denunciado por não ter consumido nada da barraca de um resort que opera na areia. De acordo com a imprensa local, a barraca tem exclusividade na exploração da faixa de areia onde o casal estava, vendendo bebidas e comidas e alugando cadeiras e barracas.

Agentes do grupamento de atendimento a turistas levaram os banhistas, que seriam moradores da região, algemados. A mulher foi identificada como Asenet N.

Apesar de ilegal, o arrendamento de faixas de areia em Playa del Carmen e outros balneários é comum no México. No site da "TripAdvisor", Mamitas tem muitas avaliações negativas. "Essa barraca corrupta tem violado lei federal frequentemente, impedindo que moradores usem a praia. Recomendo que os turistas considerem ficar em uma barraca mais ética!", alertou um usuário.

"Além de ser uma das barracas mais caras de Playa, eles também possuem uma reputação terrível por levarem à prisão de pessoas por estarem na praia pública em frente ao seu espaço", criticou outro.

O caso viralizou no Twitter, gerando indignação de mexicanos. "As praias no México não são privadas, Mamitas, são de todos os mexicanos. Chega de tratar os mexicanos como lixo!", protestou uma usuária da rede.

Galeria de Fotos

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS