20 de Outubro de 2019,

Mundo

A | A

Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019, 08h:53 | Atualizado:

RETALIAÇÕES

Comunicador famoso por denúncias na web é torturado

elvisxavier.jpg

 

O comunicador Elvis Xavier de Santana, de 37 anos, foi torturado e alvo de tiros em Guarujá, no litoral de São Paulo. Segundo amigos e familiares, ele teria sido alvo de vingança por conta de postagens feitas nas redes sociais. A vítima está internada em estado gravíssimo em um hospital da cidade. A Polícia Civil informou nesta quarta-feira (18) que apura as circunstâncias do crime.

Elvis mantém páginas em redes sociais para denunciar irregularidades no município. Na segunda-feira (16), por motivo ainda em apuração da polícia, ele foi até uma comunidade da Vila Baiana, em um morro da cidade, onde foi espancado e alvo de ao menos três tiros: um em cada perna e outro na cabeça. Ele foi socorrido pelo próprio pai ao hospital.

Conforme pessoas próximas ao comunicador, que pediram anonimato com medo de represálias, o atentado poderia ter sido motivado por alguma publicação que Elvis tenha postado nas páginas colaborativas que mantém, principalmente na rede social Facebook. Ele era o único administrador desses espaços e tem ao menos 20 perfis na plataforma.

Oficialmente, a Polícia Civil declarou somente que a equipe da Delegacia Sede da cidade apura qual a razão de o comunicador ter sido levado ou atraído para o local do crime e quem teria realizado os disparos. Até a publicação dessa reportagem, não havia informações se Elvis tem alguma passagem criminal ou se sofria ameaças.

Segundo o Hospital Santo Amaro, para onde Elvis foi levado por causa do estado clínico, o paciente segue internado em "estado gravíssimo".

O crime

O crime ocorreu na rua Vereador Orlando Falcão, no morro Vila Baiana, durante a noite de segunda-feira, conforme registro na Polícia Civil. O pai de Elvis recebeu uma ligação de um número restrito e foi informado de que o filho havia sido morto naquele endereço. Chegando ao local descrito, encontrou o filho agonizando.

Ainda de acordo com a polícia, o pai da vítima pediu ajuda dos moradores para descer com ele do morro, e assim, socorrê-lo. A vítima foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Enseada e, pela gravidade, foi transferido ao Hospital Santo Amaro, onde permanece internado.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS