13 de Dezembro de 2019,

Mundo

A | A

Sábado, 16 de Novembro de 2019, 21h:38 | Atualizado:

Há um mês, cachorro espera na porta de unidade de saúde pelo dono que morreu

Funcionários do Cais Urias Magalhães, em Goiânia, além de comerciantes da região, estão comovidos com a história de um cachorro que espera há mais de um mês pelo dono na porta da unidade de saúde. Segundo eles, o proprietário do vira-lata era morador de rua e chegou até o local acompanhado pelo cachorro, mas acabou falecendo no mesmo dia. Desde então, o Negão – como foi apelidado pelos funcionários – não sai da porta da unidade.

De acordo com a auxiliar administrativa do Cais, Rose Ribeiro, o cachorro passa o dia todo na porta onde o dono deu entrada, como se esperasse que ele retornasse pelo mesmo local.

“Ele fica bem na entrada, aonde o paciente entrou ele ficou. Como ele não podia entrar aqui, ficava bem na porta de vidro”, conta.

De tanto ver o vira-lata no local - sempre abatido - a Maria Azevedo, dona de uma banca de caldo de cana que fica em frente ao Cais, decidiu cuidar do animal. “A gente dá comida, remédio, trata dele e tenta fazer o que pode, mas ele acaba sofrendo maus tratos na rua. Ele está precisando de cuidados, está depressivo, muito triste. Não sei se é devido às dores no corpo, porque ele está machucado, ou só tristeza pela falta do dono mesmo”, afirma.

O marido de Maria, Francisco Azevedo, também ajuda a cuidar do Negão. “Nos primeiros dias ele estava bem assustado. Procurei cuidar dele, dar carinho, água, já que ele estava tão solitário. Depois ele foi acostumando com a gente”, conta.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS