20 de Outubro de 2019,

Mundo

A | A

Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019, 17h:36 | Atualizado:

Lula volta a atacar a Globo e diz querer viver até 120 anos

Preso na PF de Curitiba desde abril de 2018, o ex-presidente Lula já concedeu entrevista a vários veículos de comunicação do Brasil e do exterior. Por enquanto, nenhuma grande emissora brasileira quis ouvi-lo.

O canal 9 da Argentina, conhecido como El Nueve, enviou de Buenos Aires os jornalistas Nicolás Trotta e Gisela Marziotta para ficar frente a frente com o líder petista. A exibição aconteceu na noite de domingo (15).

Logo no início da conversa, a dupla questionou de onde Lula tira ânimo. “Eu tenho vontade de viver muito. Não sei por quê, mas estou crendo que vou viver 120 anos”, respondeu o ex-presidente. “Quem vai viver muito precisa ter muita força senão a vida fica chata.”

Em outro momento, ele voltou a manifestar o desejo pela longevidade. “Eu sou um homem que gosta da vida e, embora tenha 73 anos, ainda quero viver intensamente. Gosto de viver, gosto de fazer política e é isso o que eu sei fazer.”

Marziotta quis saber a influência do namoro dele com a socióloga Rosângela Silva para tamanha disposição.

“Se você namora e está apaixonado, vai fazer política muito mais prazerosamente. Vai estar sempre com um sorriso no rosto quando estiver conversando com as pessoas. Eu, sinceramente, não sei se um ser humano é capaz de sobreviver sem amor”, explicou o ex-presidente.

O ‘Lulinha paz e amor’ deu lugar a um homem enérgico e irritado quando o assunto passou a ser a imprensa brasileira.

“Há um pacto entre os meios de comunicação e a (Operação) Lava Jato. Toda mentira que a Lava Jato conta se torna verdade na imprensa brasileira, nas três revistas nacionais, nos grandes jornais.”

Sem freio nem filtro, o petista acusa a classe jornalística de falta de isenção. “A Lava Jato tinha jornalista em cada jornal, em cada revista, que recebiam preferencialmente as informações antes dos advogados de defesa. E (isso) ainda continua.”

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS