09 de Agosto de 2020,

Mundo

A | A

Domingo, 02 de Agosto de 2020, 05h:00 | Atualizado:

Rússia planeja vacinação em massa contra o coronavírus a partir de outubro

A Rússia está se preparando para iniciar uma campanha de vacinação em massa contra o novo coronavírus em outubro, disse o ministro da Saúde, Mikhail Murashko, neste sábado. A informação foi divulgada pela a agência de notícias russa RIA, que informou também que o ministro não deu detalhes sobre qual vacina será usada. Ele adiantou, porém, que médicos e professores serão os primeiros a receber as doses.

Uma fonte disse à Reuters, nesta semana, que a primeira vacina em potencial contra Covid-19 de Rússia, desenvolvida por um centro de pesquisa do estado, teria a aprovação regulatória local em agosto e seria administrada aos profissionais de saúde logo em seguida.

Seis meses após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar a emergência global, o novo coronavirus matou mais de 680.000 pessoas no mundo e infectou mais de 17,6 milhões, segundo um balanço da AFP com base em fontes oficiais.

A região da América Latina e Caribe registra o maior número de casos da Covid-19 no planeta, com mais de 4,7 milhões de contágios e aproximadamente 195.000 mortes, dos quais. Somente no Brasil, são 2,67 milhões de casos e 92.585 mortes até este sábado.

Dezenas de possíveis vacinas contra o coronavírus estão sendo desenvolvidas em todo o mundo e mais de 20 estão atualmente em ensaios clínicos.

Inúmeras empresas chinesas lideram a corrida para desenvolver uma imunização contra a doença e a Rússia já havia estabelecido setembro como data limite para lançar a sua própia vacina. No entanto, o diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA, Anthony Fauci afirmou, recentemente, que é pouco provável que seu país use uma vacina desenvolvida por um desses países, onde, segundo ele, os sistemas de regulação são mais opacos do que no Ocidente.



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS