02 de Julho de 2020,

Opinião

A | A

Terça-Feira, 06 de Maio de 2014, 09h:11 | Atualizado:

Juacy da Silva

As vaias para Dilma

juacy.jpg

 

No final do mes de Abril, em um encontro no Rio de Janeiro, para  debater os jogos da copa, o ministro Chefe da Secretaria Geral da Presidência da República foi publicamente  hostilizado por vários grupos de participantes, demonstrando o desencanto desses  grupos com a situação atual.

Dois dias depois, na abertura  da Expo-Zebu, em Uberaba,  uma das maiores  feiras agropecuárias do país, frequentada por grandes nomes do agronegócio, foi a vez da Presidente Dilma ser interrompida em seu discurso por tres vezes. Foram vaias bem claras e que demonstram que a mesma  não está  com esta bola toda, junto aos setores  produtivos do país.

No dia seguinte, com certeza  ainda mais temerosa de ser novamente vaiada cancelou presença em uma reunião com empresários de vários setores na Bahia, alegando compromisso já agendado, para  estar presente no encontro nacional do PT que acabaria por ter seu nome lançado oficialmente  como pré-candidata de  seu partido e de outros que ainda estão em sua base de apoio.

Apesar  do governo Dilma ter gasto mais de 2,3 bilhões de reais em propagaganda/publicidade em 2013, boa parte matéria  paga  e mais  de oito bilhões ao final  de seus quatro anos de governo, aos poucos as meias  verdades do Governo vão caindo por terra e por  certo  devem  estar amedrontando Dilma em relação `a sua presença em atos públicos.

Segundo noticiário  recente a Presidente cancelou presença no  maior evento de tecnologia e comércio do setor agropecuário nacional, o Agrishow, que acontece todos os anos em Ribeirão Preto, designnando o ministro da Agricultura, do PMDB  de MT, para representa-la . Com  certeza além do temor de novamente ser vaiada, a ausência também  pode decepcionar tremendamente um dos únicos setores que tem contribuido para o desempenho da economia, reduzindo as frustrações quanto ao crescimento pífio do PIB durante o governo Dilma.

Só para se ter uma idéia, desde a Proclamação da República, incluindo o atual governo, o Brasil terá experimentado ao final de 2014, nada menos do que 30 diferentes governos. Os índices de  crescimento do PIB durante  o Governo Dilma, só está melhor do que durante os governos de Collor e Floriano Peixoto, quando  ocorrerem severas recessões e “crescimento negativo”.  Este é o 27o. pior índice de crescimento do PIB em 115 anos de vida republican. Mesmo assim, Dilma deseja ser reeleita.

O desempenho econômico, medido pelos índices de crescimento do PIB,  durante os quatro anos de Dilma será  de 2,0%, bem  menor do que do PIB  mundial que será  de 3,5%  e dos países  emergentes de 5,4%. Talvez  esses índices possam explicar, pelo menos em parte, as  quedas constantes de Dilma das pesquisas de opinião pública, indicando que a probabilidade de um segundo turno está  muito mais certa do que imaginam  os  estrategistas  do Palácio do Planalto. 

Os índices de avaliação negativa do governo Dilma já  estão praticamente superando os índices de aprovação e tudo leva a crer  que a situação econômica nacional, incluindo a inflação, as denuncias de corrupção no governo e as deficiências gritantes  em todos os setores nacionais devem contribuir para a erosão de uma “aura” que durante anos o governo tentou consttuir em torno da Presidente.

Se dentro de mais um ou dois meses, as próximas  pesquisas continuarem demonstrando que a popularidade da Presidente continua caindo, com certeza, muitos de seus  aliados vão pular do barco, como alguns  setores de vários partidos aliados já dão sinais de que  vão deixar  a presidente  e o PT  a ver navios. Mais de 50% da população  deseja o fim deste governo e a medida que os debates sejam realizados com os demais candidatos, com certeza as  coisas  podem piorar para o lado do  atual governo.Com certeza  Dilma  deverá fugir da maior parte do debates com os demais candidatos!

JUACY  DA  SILVA,  professor universitário titular UFMT, mestre  em sociologia. Email professor.juacy@yahoo.com.br Blog www.professorjuacy.blogspot.com Twitter@profjuacy

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Luís Antonio | Terça-Feira, 06 de Maio de 2014, 15h13
    0
    0

    Amém! 2,3 bi em propaganda não são suficientes para esconder tanta falcatrua e incompetência.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS