03 de Agosto de 2020,

Opinião

A | A

Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 09h:32 | Atualizado:

Cassio Telles

Dor nas costas, não brinque!

cassioteles.jpg

 

Os brasileiros reclamam muito de dores nas costas, mas são poucos os que dão atenção devida para essa dor. A maioria toma um analgésico para aliviar a dor, o problema dessa automedicação, além do risco para a saúde, é que o remédio irá mascarar a real origem da dor. E o que poucos sabem é que dores nas costas não podem ser temporariamente resolvidas, ela pode ser um sintoma de doenças graves, como problemas na musculatura da coluna, pedras nos rins, infecção renal, hérnia de disco, depressão e até aneurisma da aorta abdominal.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), 85% a 90% da população sofrem ou ainda vai sofrer desse mal, que prejudica a qualidade de vida. As maiores causas de reclamação de dores ortopédica são: em primeiro lugar as nas lombares e em segundo lugar nos ombros. A dor nas costas está entre as principais causas de aposentadoria por invalidez no país.

Um dos motivos que está diretamente relacionado à dor nas costas é a falta de condicionamento físico, o que também influencia na recorrência da dor. E a má postura, excesso de carga no dia a dia (nas bolsas, pastas, mochilas), também a permanência em posição errada e desconfortável por muito tempo. No caso das mulheres, existe um agravante que é o salto alto, por isso é importante usar calçados adequados.

Adotar hábitos saudáveis é uma excelente forma de prevenir a dor na coluna. Ter uma alimentação balanceada, praticar atividades físicas regularmente, e consequentemente ter uma melhor postura. Por exemplo, as pessoas que trabalham muitas horas sentadas devem encostar a coluna no encosto da cadeira, deixar as pernas levemente abertas sem cruzá-las, apoiar bem os pés no chão ou em apoio específico tipo “rampa”, apoiar os antebraços na mesa e colocar a tela do computador na altura dos olhos.

Além de evitar a automedicação recomendo aos meus pacientes evitar os tratamentos não reconhecidos pela medicina convencional. Sua saúde é seu maior patrimônio e seu corpo não é um laboratório de experiências não comprovadas pela medicina, primeiro sempre procure seu ortopedista.

Dr. Cassio Telles, Médico Ortopedista e Traumatologista com especializações nas áreas de Ombro e Cotovelo. 

 

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Juliana de Souza Mariano lapa | Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2018, 09h37
    0
    0

    Olá estou nesse momento com muita dor no meio das costas quase não consigo nem respirar direito...estou com minha coluna cervical atacada...será q tem alguma coisa relacionada a essa dor?

  • Juliana de Souza Mariano lapa | Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2018, 09h31
    0
    0

    Olá estou nesse momento com muita dor no meio das costas quase não consigo nem respirar direito...estou com minha coluna cervical atacada...será q tem alguma coisa relacionada a essa dor?

  • Juliana de Souza Mariano lapa | Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2018, 09h31
    0
    0

    Olá estou nesse momento com muita dor no meio das costas quase não consigo nem respirar direito...estou com minha coluna cervical atacada...será q tem alguma coisa relacionada a essa dor?

  • Neuza Santana da Costa | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 10h37
    1
    0

    Existe cirurgia para dor nas costas é de risco?

  • Sandra Regina murback | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 10h03
    0
    0

    Tenho dores de não passar com nada já tomei morfina nada o que fasso passo com um ortopedista mais não me sinto confiante mesmo pq as dores não passa sinto as pernas dormentes quentes as não formiga em fim preciso de ajuda

  • Ana | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 22h45
    1
    0

    Acredito q alimentação balanceada p controle de peso. Uma pessoa obesa é mais propensa a problemas d coluna dentre outros

  • Rogério | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 16h56
    1
    0

    Alimentação balanceada??? Não entendi, explique melhor.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS