25 de Junho de 2019,

Opinião

A | A

Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 08h:25 | Atualizado:

Wilson Fuá

Os resultados positivos da vida

Wilson Fua.jpg

 

Cada um de nós, somos um construtor particularizado dos nossos  próprios destinos, às vezes não escolhemos o melhor caminho, por opção ou por não ter opção. 

As oportunidades são iguais para todos e a sorte é companheira permanente para  aqueles que trabalham diariamente em busca da evolução intelectual, material e espiritual.

Muitos decepcionam por seguir caminhos duvidosos, e esquecem que para ser feliz, tem que se libertar de certas amarras, não o fazem por falta de coragem ou mesmo pelo medo do desconhecido, sabendo que  durante a nossa vida, Deus nos dá o dispositivo para acionarmos o sistema de apuração do certo ou errado, a felicidade de uns as vezes pode ser a tristeza de outros, bom seria se a felicidade pudesse ser dividida sempre, pois viver na solidão é a maior forma de egoísmo, resultado individual não se completa em si. 

O importante é saber que o amor só pode ser rachado ao meio com quem queira recebê-lo, mesmo que para você, o amor seja o maior presente de Deus, e mesmo não podendo obrigar as pessoas a querê-lo, mas é a única coisa que quanto mais se dá e recebe, mais aumenta, faz bem e o consumo não provoca efeitos colaterais. 

Muitos acreditam que cuidar do lado espiritual é isolar-se, ao contrário, as descobertas trazem em si, a obrigatoriedade de compartilhar e quando menos percebemos estamos rodeados de pessoas e jamais sozinhos, a certeza é que nunca seremos felizes sozinhos.

A vida nos testa seguidamente e as provas nos avalia após cada enfrentamento,  as vez somos autor e outras vezes somos ator, nas nossas transparências reflete os nossos valores morais e éticos,  mas verdadeiramente só seremos julgados ao final da conclusão das nossas obras, sabendo que aqueles que constrói nunca serão esquecidos. 

Muito preferem ficar na zona de conforto, preferem o sossego do vazio da vida, mesmo que sua vida seguem sem sentido, preferem optar pela inação e por isso, no seu livro da vida não há registro, passa eternamente pela síndrome da página branca, talvez não saibam que em todos estágios desta  vida tiramos algumas lições.

Às vezes aparece cada situação em que temos que usar todas nossas forças de vontade para vencê-la e demonstrar a nós mesmos que somos capazes de superar limites. 

Vencer nossos limites, nossos defeitos, nossos falsos valores e assimilar os valores mais justos, torna-se  a parte boa da nossa vida, pois fazem parte da nossa aprendizagem, sabendo que em nossas vidas existem vários caminhos para uma única decisão e um único resultado, que podem ser positivo ou negativo, às vezes a vida pode até estar fora do eixo, mas existem forças superiores a nos socorrer quando o propósito é nobre. 

WILSON CARLOS FUÁH é economista, especialista em Recursos Humanos e Relações Sociais e Políticas.

Fale com o Autor: wilsonfua@gmail.com

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS