23 de Maio de 2019,

Opinião

A | A

Terça-Feira, 23 de Abril de 2019, 13h:40 | Atualizado:

Lício Malheiros

Projeto piloto

Lício Malheiros.jpg

 

A implementação de políticas públicas em nosso país, deveria ser algo constante e recorrente, uma vez que, as necessidades básicas da nossa população são prementes,  para ontem. Geralmente, gestores públicos, assim que vencem uma eleição direta, tendem a se acomodar e legislar de um gabinete com ar condicionado, dispondo de regalias e mordomias, tendo como premissa básica, olhar para os seus próprios umbigos e legislar para seus pares.

Quando um parlamentar se dispõe a quebrar paradigmas, ele é duramente criticado e julgado, por manter sua simplicidade e voltar seus trabalhos para o social, algo, que está faltando para maioria dos parlamentares.

Quando ocorre, à omissão dos poderes constituídos, tem que entrar em cena, as Associações de Moradores, que deveriam entrar em ação, como aconteceu recentemente nos bairros, Altos da Serra I e II, tendo respectivamente, como presidentes: Altos da Serra I, Cezinha Nascimento, e Deva Fonseca, do II, deram início a um projeto piloto, ofertando a população carente cursos gratuitos de: cabeleireiro, manicure, pedicure e artesanato, contando com apoio do deputado estadual Elizeu Nascimento.

O sucesso inconteste, deste primeiro projeto piloto de altíssimo alcance social, teve continuação no último sábado dia 20 de abril, com aulas práticas de, cabeleireiro, momento em que, os alunos colocaram literalmente a mão na massa, assim como nos demais curso.

Vale salientar, a alegria e satisfação dos alunos, não apenas pelo aprendizado de uma nova profissão, como também, a possibilidade de uma possível inserção dos mesmos no mercado de trabalho, desta forma, gerando ganho extra em suas rendas familiares, tendo em vista, o curso ter atendido às famílias mais carentes os expropriados do capital.  

Infelizmente, o poder público deixa a desejar quando o assunto é direcionamento de recurso público, o gestor público, Elizeu Nascimento, quando ainda vereador; através de emenda impositiva, a qual  em seu Art. 1 Modifica o Projeto de Lei que “estima a Receita e Fixa a Despesa do Município para o exercício de 2018” na Secretaria Municipal de Obras Públicas, para reforma do Centro Comunitário do Bairro Altos da Serra I, localizado na Rua Rui Barbosa, s/nº ao lado do Centro de Saúde, valor da referida emenda impositiva, de R$ 90.000,00 (noventa mil reais), até hoje, o referido valor se encontra no papel sem nenhum efeito ativo social.

Enquanto isso, a Associação de Moradores do Bairro Altos da Serra I, através do trabalho hercúleo do seu presidente Cezinha Nascimento, mesmo com o espaço físico totalmente comprometido, em estado deplorável, com calor intenso e telhado quebrado, ainda assim, conseguiram trazer para comunidade carente esses cursos profissionalizantes totalmente gratuitos, são ações dessa natureza, que motivam uma comunidade.   

Professor Licio Antonio Malheiros é geógrafo

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS