01 de Junho de 2020,

Opinião

A | A

Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 08h:20 | Atualizado:

Eustáquio Rodrigues

Receita para um divórcio

eustaquio.jpg

 

Embora o título leve em consideração o instituto do divórcio, essa receita serve para qualquer tipo de relacionamento estável.

Toda relação está assentada em ao menos 4 pilares fundamentais, os quais, como as estruturas de uma casa, sustentam a vida a dois. A falência ou a inexistência de um desses pilares é a receita infalível para a ruína de um casal. E como não podia deixar de ser, tais pilares estão descritos e explicitados na Bíblia Sagrada.

A Bíblia diz, em Provérbios 31:10-12, que é feliz o homem que encontra uma mulher exemplar em quem pode depositar sua confiança (o mesmo pode-se dizer da mulher que encontra um homem exemplar). Daí tiramos o primeiro pilar, que é a confiança. É certo que ninguém confia em ninguém de cara, há de se ter cuidado, claro. Porém o voto de confiança é muito importante para a construção de uma confiança plena e duradoura. Quando esse voto é quebrado, seja uma vez ou reiteradas vezes, fica bastante difícil (mas não impossível) dar uma nova chance, criar um recomeço. A quebra da confiança, seja qual for o motivo, uma ou reiteradas vezes é o início da ruína de um dos pilares que sustentam um relacionamento.

Quando perguntaram a Jesus acerca da possibilidade do divórcio, Ele respondeu que Moisés só havia permitido o divórcio por causa da dureza do coração dos homens. E essa dureza era traduzida na falta de respeito dos homens para com as mulheres daquela época, pois qualquer motivo banal era motivo de divórcio. Hoje em dia, isso pode acontecer tanto de um lado quanto do outro. Assim, o segundo pilar é o respeito. Homens e mulheres que não respeitam seu cônjuge, seja em relação ao trabalho, defeitos, família, individualidade, intelecto ou qualquer outra coisa estão fadados ao fracasso conjugal. Tratar um ao outro com respeito, dignidade, urbanidade, gentileza é requisito fundamental para o sucesso de uma relação a dois. Sua falta pode ocasionar sérios danos à convivência, podendo até culminar com violência física, moral e psicológica.

Quem já leu o livro Cantares de Salomão ou Cânticos de Salomão pôde perceber que o desejo sexual está bastante presente na Bíblia. O livro narra o amor entre um homem e uma mulher que vão se casar e o desejo ardente entre eles. Isso demonstra que para um casamento ter sucesso é preciso haver desejo entre os cônjuges, é preciso ter tesão, química; é preciso ter borboletas na barriga ou pernas bambas quando um vê o outro. Por isso, o terceiro pilar de um relacionamento é o desejo sexual. A inexistência desse componente por parte de um ou de ambos é um rápido caminho para o insucesso conjugal. Claro que com a idade e o passar dos anos a frequência das relações sexuais diminuem, mas aquela faísca, aquele calor, aquele arrepio jamais podem deixar de existir numa relação. Sua ausência causa dor, frustração, baixa autoestima e é um forte componente para o fracasso.

Jesus foi perfeito em tudo. Inclusive em se comunicar com as pessoas. Aos mais simples ele falava de forma simples, muitas vezes por parábolas. Aos mais cultos ele falava de forma mais direta. E a todos Jesus se fazia entender não importando a classe social, a formação intelectual, o gênero ou idade. Comunicar é uma arte e por isso é o quarto pilar de um relacionamento. Aprender a falar e, sobretudo, ouvir, é um dos principais requisitos para o sucesso de um relacionamento. E veja bem o que falei: aprender! Ninguém nasce sabendo falar e muito menos se comunicar. Crescemos querendo falar muito e ouvir pouco. Equilibrar e aprender a usar esses dois sentidos com sabedoria deve ser um dos objetivos de todo casal. Não é fácil, mas é extremamente necessário. Falhar em se comunicar é dar combustível a brechas no relacionamento e tais falhas, no médio e longo prazo vão fazer a relação ir por água abaixo.

Claro que existem outros pilares para um relacionamento saudável e pleno, porém o espaço aqui é curto e o seu tempo, leitor, precioso. Por isso elenquei os pilares que considero essenciais para uma ótima relação a dois. A ausência de qualquer um deles é receita certa para uma separação. Atente-se para isso

Eustáquio Rodrigues Filho – Cristão, Servidor Público e Escritor. Autor do livro “Um instante para sempre”. Instagram: @epelomundo

 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Nina | Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 09h37
    0
    0

    Sábias palavras, excelente reflexão.

  • Angelo | Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 08h47
    1
    2

    Mais um bolsominion falando de "amor ao próximo " , Jesus, "verdades da bíblia" , bla,bla bla ... faz um favor e fica quietinho ... seus "artigos não contribuem em absolutamente nada para a evolução cognitiva e intelectual de ninguém ... gente como você não engana mais ninguém com esse papinho furado ... Faz arminha pra melhorar suas relações interpessoais ... Faz arminha, coxinha !

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS