16 de Setembro de 2019,

Opinião

A | A

Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2019, 08h:44 | Atualizado:

Michele Barros

Você não é obrigada

michelebarros.jpg

 

Algumas pessoas costumam reproduzir muitos discursos machistas no cotidiano, mas quando isso é reverberado em rede nacional, a história fica bem mais preocupante. Foi o que aconteceu nesse domingo, dia 01 de setembro, no “Programa Silvio Santos”, em que a apresentadora Patrícia Abravanel disse a seguinte frase: “Mulher não pode negar fogo para o marido, senão ele vai procurar em outro lugar, tá na Bíblia”. 

Como é? Sexo sem consentimento? Sem querer fazer? Sexo para agradar homem? Romantizando estupro? É isso mesmo? 

Quando uma pessoa diz isso, ela está querendo dizer que você mulher é obrigada a fazer sexo com o seu parceiro, querendo ou não. Ela diz nesse discurso totalmente machista que a mulher que não quer ser traída, deve aceitar de qualquer forma que seu marido mantenha relações com ela. Além de endossar o estupro indiretamente, endossa também a ameaça, a chantagem e o abuso. 

Romantizar uma atrocidade dessas é agir com tamanha falta de empatia com mulheres que vivem relacionamentos abusivos dentro de seus lares e agem como se devessem ser inteiramente submissas a seus companheiros. Esse tipo de citação só faz com que mais mulheres aceitem ser violentadas e ameaçadas pelos parceiros. 

Senhora Patrícia, eu posso não entender sobre a Bíblia tanto quanto a senhora, mas eu tenho a plena convicção de que sexo sem o consentimento de ambas as partes é ESTUPRO. Eu entendo que sexo sob ameaça é ESTUPRO e eu também sei que sexo sob chantagem emocional é ESTUPRO. Ou seja, senhora Patrícia, para não ser estupro é preciso que ambas as partes queiram totalmente manter aquela conjunção carnal. Se uma das partes apresentar qualquer sinal de que não quer ter aquela relação e mesmo assim for forçada seja física ou psicologicamente, é crime. 

Mulheres, sejam vocês cristãs ou não, saibam que NÃO É NÃO! A partir do momento que você diz que não quer, ninguém deve encostar no seu corpo. O corpo é seu e vem de você o livre consentimento. Não aceitem qualquer tipo de chantagem emocional ou ameaça de que irá te deixar se não manter relações sexuais com ele. Pelo contrário, nesse momento saiba que seu parceiro acaba de se portar como um agressor da pior espécie e eu desejo que você tenha forças para não mais estar com ele. 

Tentem não mais dar voz a esses tipos de discursos de pessoas que querem usar das fraquezas de outras para defenderem seus posicionamentos preconceituosos e legalmente inaceitáveis. O que vale é a sua vida e a sua integridade. E mais uma vez: Não é não, seja dentro ou fora de casa. 

Michelle Leite de Barros

Advogada em Cuiabá – MT. 

 

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • inacio | Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019, 09h25
    1
    0

    A unica maneira de crer que ela não está sendo hipócrita ou ingênua, seria a informação de que ela nunca foi e nem está casada com um homem. Ela não sabe o que é um casamento e seus altos e baixos, o investimento emocional de ambos e os acordos entre casal que fica entre 4 paredes. O programa de TV visa audiência e não determinar regras, ali é entretenimento, querem te fazer rir e talvez no máximo refletir sobre comportamentos que, depois entre 4 paredes (não cabe a ninguém pôr regras morais ou feministas ou o que quer que seja na intimidade de um casal) o casal decide na sua intimidade se pode ou não adotar. Fico constrangido em escrever coisas óbvias mas estes textos estão beirando a ingenuidade e imaturidade.

  • Verdadeiro | Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019, 08h07
    2
    0

    Você viaja na maionese, moça. Não seríamos capaz de trocarmos meia dúzia de palavras.

  • Libertários | Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2019, 14h50
    7
    4

    boa tarde! A Patrícia está certa e quem você pensa que é para cagar regra minha filha? Feminismo é um lixo. A Direita precisa lutar contra esses cagadores de regras imbecis! Falar "feminismo" se tornou certo mas falar "machismo" é errado? VAI PRA PU-TA QUE TE PA-RIU GURIA!

  • Atônito | Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2019, 13h19
    10
    2

    Todos os post dessa advogada são totalmente descabidos, muito triste, procure um psicólogo, é evidente que você sofre com sérios problemas particulares e acaba generalizando tudo.

  • Marcelo | Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2019, 10h52
    11
    3

    Desculpe-me! Da fala da moça, podemos depreender algo como estupro?! Parece-me, isto sim, ter havido uma distorção do que ela disse e em que contexto o fez. Esse feminismo acéfalo não leva a nada. Usando o raciocínio utilizado pela articulista: se uma mulher profere aquelas piadas que sugerem a impotência do homem mais velho (“velho broxa”), podemos deduzir que se trata de um “feminismo reproduzido por um discurso dominante” que só quer diminuir a figura masculina?! Podemos extrair desse tipo de piada um sexismo ou misandria? Ou algo que foi simplesmente falado dentro de um contexto e sem a intenção de ofender? Ora, se vale pra um sexo, deve valer pro outro em igualdade de condições, não é isso?! Pois bem. Por um simples silogismo, percebem-se as mazelas falaciosas operadas por um feminismo irracional e sem sentido.

  • Rogério | Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2019, 10h03
    13
    4

    Michele, eu acho que você é mal amada.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS