18 de Agosto de 2019,

Polícia

A | A

Sexta-Feira, 16 de Agosto de 2019, 03h:18 | Atualizado:

Acusado de matar irmãos alega problemas de saúde e júri é adiado pela 2ª vez

Marcado para esta sexta-feira (16), o julgamento do pecuarista Celzair Ferreira de Santana foi novamente adiado. A defesa do réu apresentou pedido de redesignação do júri, alegando que o cliente está internado com problemas cardíacos e não poderá comparecer.  Ainda não há nova data marcada. 

O fazendeiro é acusado de atropelar e matar os irmãos Diego Guimarães Bittencourt e Katherine Louise Bittencourt, em Poconé. O crime aconteceu em 2007 e o processo foi remanejado para Cuiabá devido a comoção na cidade.

A Associação de Familiares Vítimas de Violência (AFVV) convoca a comunidade para assistir ao júri, que será realizado no salão do Tribunal do Júri, do fórum de Cuiabá, em sessão presidida pela juíza Mônica Catarina Perri. “É muito complicado falar das mortes de nossos filhos. É uma dor de todo dia. As pessoas dizem que com o tempo passa, mas não passa. O pior de tudo é a sensação de impunidade. A sensação de que a pessoa pode matar seus únicos filhos e não acontecer nada”, diz comunicado da Associação.

Conforme a ação, duplo homicídio aconteceu em um das ruas da cidade, bem próximo a casa onde a família residia. Os irmãos transitavam em uma moto, quando foram atingidos e arremessados pela caminhonete dirigida pelo réu. Ele saia de um evento de leilões, onde tinha consumido bebidas alcoólicas e estava em alta velocidade quando bateu nas vítimas.

Após a batida, o motorista continuou o trajeto e só parou ao colidir com um poste de energia. Ele fugiu sem prestar socorro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS