15 de Dezembro de 2019,

Artigos

Polícia

A | A

Sexta-Feira, 21 de Março de 2014, 09h:24 | Atualizado:

Autores de assassinato de adolescente são presos em Brasnorte

Um crime de homicídio foi desvendado e dois autores presos pela Polícia Judiciária Civil, no município de Brasnorte (579 km a Nordeste). Os presos Elder da Silva Santos (idade não informada), preso no domingo (15.03) e Saulo Ferreira da Silva, 32,  preso na quarta-feira (19) são acusados de assassinar um adolescente de 14 ano,  no mês de fevereiro deste ano.

A investigação iniciou após a Polícia Civil ser acionada para atender uma ocorrência referente a um cadáver encontrado em um terreno baldio da cidade, já em avançado estado de decomposição. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Juína, onde foi identificado como sendo do menor R.C.F..G. de 14 anos.

Durante as diligências, a Polícia Civil conseguiu chegar até Elder que estava com a prisão preventiva decretada por furto cometido na cidade de Pimenta Bueno, Estado do Tocantins. Ele foi preso no domingo (16.03), em sua residência. No local, os investigadores encontraram uma porção de maconha. Segundo a polícia, já havia denúncias de que Elder estaria comercializado drogas na região.

Conduzido á delegacia, Elder foi ouvido pelo delegado João Paulo Praisner e em depoimento acabou confessando a autoria do homicídio. Perguntado sobre a forma pela qual matou o adolescente, ele disse que atingiu a vítima com vários golpes de martelo, todos na região da cabeça. No interrogado afirmou que o homicídio foi “a mando” e que contou com ajuda de Saulo. O motivo foi porque alguns meses antes, o adolescente havia furtado vários objetos do estabelecimento comercial de Saulo.

Em seguida, com as provas já existentes no inquérito policial juntamente com o depoimento de Elder, o delegado representou pela prisão temporária do segundo envolvido, pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver, que foi deferida pela Justiça. Saulo foi preso pelos investigadores de polícia na quarta-feira (19.03), em sua residência localizada no bairro Aeroporto.

Segundo o delegado João Paulo Praisner, os dois foram indiciados pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver. Helder responderá também pelos crimes de furto cometido no estado do Tocantins e pela prisão em flagrante por tráfico de drogas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS