Polícia Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 15h:20 | Atualizado:

Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, 15h:20 | Atualizado:

SURTO

Bombeiro trancado exige que "saiam da frente de sua casa" em Cuiabá

Comandante e psicóloga negociam rendição de militar

SUELEN ALENCAR
Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

bm2.jpg

 

Após quatro horas recluso dentro de uma casa por conta de um “surto psicótico”, o bombeiro militar aceitou falar com o seu comandante direto e exigiu que as pessoas saíssem de frente de sua residência. O caso iniciou no final da manhã desta sexta-feira (17), no bairro Boa Esperança e mobilizou as forças de segurança. 

As primeiras informações puflicadas foram de que o militar teria feito pessoas reféns, no entanto o setor de comunicação do Corpo de Bombeiros informou que o militar está sozinho numa edícula nos fundos da casa. 

“O militar trabalhou normalmente no dia de ontem em suas funções. Na manhã de hoje (17) tomamos ciência desta situação: trancado em casa, ele fez ameaças contra a própria vida. Estamos acompanhando com as técnicas aplicadas em situações desse tipo, à espera que tudo termine da melhor forma”, explicou o tenente-coronel Barros.

O caso é acompanhado pela Coordenadoria de Assistência Social, que está no local com uma psicóloga. Equipes da Polícia Militar e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) estão no local para dar auxilio no fato.

O CASO 

Um bombeiro militar possivelmente armado se trancou dentro de um quarto após um surto psicótico na manhã desta sexta-feira (17), no bairro Boa Esperança, em Cuiabá.  As informações preliminares são que o militar passa por problemas psicológicos. 

 





Postar um novo comentário





Comentários

Comente esta notícia






Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet