Polícia Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019, 12h:30 | Atualizado:

Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019, 12h:30 | Atualizado:

SEPARAÇÃO MORTAL

Ex-prefeito em MT é preso por mandar executar 2 em disputa por fazenda com ex-mulher

Homens mortos faziam segurança de imóvel

DENISE SOARES
G1

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

MILHOMEN-BOAVISTA.jpg

 

O ex-prefeito do município de Alto Boa Vista, a 1.064 km de Cuiabá, Aldecides Milhomem de Cirqueira, foi preso nessa quarta-feira (22) pelas Polícias Civil do Pará e de Mato Grosso. Ele é suspeito de ser o mandante de um duplo homicídio em uma disputa por imóvel no Pará.

Aldecides foi preso na cidade de São Félix do Araguaia, a 1.159 km de Cuiabá e levado para a delegacia da Polícia Civil da mesma cidade. A prisão dele foi decretada pela juíza Tainá Monteiro da Costa, da Comarca de São Félix do Xingu (PA). O G1 não localizou o advogado dele.

De acordo com o processo do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), a Polícia Civil do Pará pediu a prisão preventiva do ex-prefeito. A investigação apontou que ele seria o mandante de dois homicídios cometidos no estado do Pará, onde foram mortos Gilvani Alves Feitoza e Valdemar Pinto da Rocha.

Os crimes foram motivados por disputa judicial envolvendo um imóvel rural envolvendo o ex-prefeito e a ex-mulher dele. A disputa ocorre em uma separação de bens do casal.

Gilvani e Valdemar seriam responsáveis pela vigilância do imóvel disputado entre o ex-prefeito e a ex-mulher. “Quanto à autoria, há fortes indícios da coautoria do representado no crime, o qual atuou como possível autor intelectual, pois foi citado nas oitivas, demonstrando, ainda na fase investigatória, ter concorrido para a atividade criminosa que ocasionou as mortes das vítimas”, diz trecho da decisão.

A juíza aceitou a denúncia do Ministério Público e decretou a prisão temporária, por 30 dias, do ex-prefeito.





Postar um novo comentário





Comentários

Comente esta notícia






Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet