23 de Maio de 2019,

Polícia

A | A

Terça-Feira, 13 de Maio de 2014, 11h:45 | Atualizado:

CONTRA VIOLÊNCIA

Força Nacional dará segurança aos turistas na Copa em MT

A pedido do governo de Mato Grosso, agentes da Força Nacional de Segurança irão atuar em Cuiabá durante a Copa do Mundo. O reforço chegará no dia 11 de junho e ficará até o dia 26, ou seja, dois dias antes e dois depois dos jogos realizados na capital mato-grossense. O apoio foi autorizado pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (13). O número de policiais disponibilizados não foi divulgado.

No documento, o ministro disse considerar a manifestação expressa do governador do estado, Silval Barbosa (PMDB), quando à necessidade do uso da Força Nacional para apoiar os órgãos de segurança pública de Mato Grosso durante a Copa. Um ofício foi encaminhado pelo Poder Executivo estadual ao Ministério da Justiça em abril deste ano.

Os agentes vão atuar na tentativa de preservar a ordem pública através de ações de contingência e controle de tumultos durante o período dos jogos. "A operação terá o apoio logístico e a supervisão dos órgãos de segurança pública do ente federado solicitante, nos termos do convênio de  cooperação firmado entre as partes, bem como permissão de acesso aos sistemas de informações e ocorrências no âmbito da segurança Pública, durante a vigência da portaria autorizativa", diz o artigo 2º da portaria.

Além desse reforço de policiais da Força Nacional, Cuiabá contará com 900 militares de Mato Grosso do Sul em uma ação da Operação Ágata, deflagrada pelo Ministério da Defesa em toda a faixa de fronteira com outros países. Informações do Comando Militar do Oeste (CMO) dão conta de que serão designados militares de diversas áreas, inclusive engenharia e comunicação, para reforçar o efetivo da capital mato-grossense.

Devido à proximidade da Copa, o governo federal visa reforçar a segurança nas áreas de fronteira para coibir crimes em função do previsto aumento de fluxo de pessoas e mercadorias entre o Brasil e os países vizinhos, além do combate a crimes ambientais, narcotráfico internacional e contrabando de veículos.

Rodovia

A segurança também deverá ser reforçada nas rodovias de acesso às cidades-sede. Em março deste ano, o Ministério da Justiça também oficializou o envio de tropas da Força Nacional para trechos de rodovias nas regiões de Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG), entre 12 de junho e 13 de julho deste ano.

Compõem a Força Nacional policiais militares, civis, bombeiros e peritos criminais, além de policiais federais e rodoviários federais. As tropas atuam somente quando são solicitadas pelos governos estaduais ou órgãos públicos.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS