11 de Novembro de 2019,

Polícia

A | A

Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 13h:20 | Atualizado:

ÁUDIO NO WHATS

Homem que matou filha de 7 meses pediu perdão a ex em MT

Crime ocorreu no Dia dos Pais

diogo-assassino.jpg

 

O homem que matou a filha de 7 meses no Dia dos Pais, comemorado no domingo (11), em Sapezal, a 473 km de Cuiabá, mandou áudios para a ex-mulher, mãe da vítima, momentos antes do crime. Diogo Morais Justino, de 23 anos, tentou suicídio após o crime, mas foi socorrido e preso depois de ter alta.

No áudio, disponibilizado pela família, Diogo fala diretamente para a ex-mulher, com quem foi casado por cerca de quatro anos. O casal havia se separado recentemente.

A mulher, porém, havia autorizado que ele passasse o fim de semana com a filha. "Falei que você ia se arrepender pro resto da sua vida. Eu avisei. Amo muito a minha filha e não quero viver sem ela", diz em um dos áudios. Em seguida, ele se despede e pede perdão pelo crime.

A Polícia Militar encontrou a criança morta sobre o peito do pai. Uma chave de fenda estava ao lado dos dois. Os investigadores também encontraram duas facas molhadas e uma esponja suja de sangue.

Interrogado, o Diogo disse que a mãe da menina tinha saído de casa há três dias e deixado a filha com ele. O casal teria voltado a se falar no domingo, mas após a conversa o suspeito conta que resolveu matar a filha por não entrar em acordo com a mãe da criança.

O pai, segundo a polícia, tem histórico de problemas psiquiátricos, o que pode ter sido uma das motivações do crime. Segundo a Polícia Civil, Diogo precisou ser escoltado para não ser agredido por moradores.

CLICK E OUÇA ÁUDIO

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Paulo | Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, 14h02
    0
    0

    AINDA NÃO MATARAM ESSE VAGABUNDO NA CADEIA??

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS