19 de Setembro de 2019,

Polícia

A | A

Quarta-Feira, 12 de Junho de 2019, 18h:10 | Atualizado:

FANFARRÃO DO WHATS

Jovem é preso após gravar áudios incitando agressão de PMs em MT

Homem disse que policiais deveriam "levar um pau"


Da Redação

0b3d1ca6-230a-42ab-8724-cc07622f118a.jpg

 

Um jovem de 20 anos, identificado como Carlos Augusto Lopes da Silva, foi preso após divulgar áudios em grupo de Whatssap fazendo apologia a violência contra policias militares caso houvesse uma fiscalização numa festa de som automotivo, em Vila Rica (1.270 km de Cuiabá). A festa marcada para o próximo domingo (16) será realizada em Confresa e estava sendo divulgada pelas redes sociais, quando o rapaz teria dito que caso a PM aparecesse deveria  “levar um pau”.

De acordo com o Código Penal, a prática do jovem está no artigo 286 que proíbe a incitação ao crime. “...Não vai ter mais polícia do que gente. Não é possível que a gente num dá um pau nesses caras...”, diz trecho do áudio.

No final da gravação, o jovem tenta amenizar a declaração dizendo que as pessoas devem comprar som com nota e se não tiverem que pelo mesmo “vão aprender a comprar som com nota”. 

Em outro áudio, o rapaz chega a dizer que “tem polícia demais” na cidade e que chegam a “trombar”, mas que “que a operação integrada Salutem não era capaz de pegar se quer uma motocicleta".

Diante da denúncia, em diligências a PM localizou e prendeu o autor do áudio, em Vila Rica. Carlos Augusto confessou ser o autor dos áudios e disse se tratar de uma “brincadeira de muito mau gosto”.

Ele foi preso em flagrante e entregue na Delegacia Municipal de Vila Rica.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS