31 de Maio de 2020,

Polícia

A | A

Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h:00 | Atualizado:

ESTUPRO DE ENTEADA

Justiça decreta prisão de vereador, que não é encontrado em Cuiabá

A Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) informa que o vereador de Cuiabá, Chico 2000 (PR), teve o mandado de prisão temporária decretado pela Justiça, pela acusação de estupro de vulnerável.

O vereador foi denunciado no dia 13 de outubro, pelo estupro da enteada de 11 anos. A ordem de prisão foi decretada no domingo (04.12). Nesta terça-feira (06.12), o político foi procurado em sua residência e no seu local de trabalho, Câmara Municipal de Cuiabá e não foi localizado, sendo portanto considerado foragido.

Denúncias podem ser enviadas pelo telefone (65) 3901-5700 ou via 197.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS