12 de Novembro de 2019,

Polícia

A | A

Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 16h:30 | Atualizado:

Marido acusado de matar mulher a facadas na frente da filha vai a júri em MT

O marido de Luzinete Soares de Oliveira, que foi assassinada no dia 28 de fevereiro de 2018, em Sinop, a 503 km de Cuiabá, está solto desde maio do ano passado. Neste mês, a Justiça decidiu que Adolfo Henrique Rohde, de 40 anos, vai a júri popular, mas poderá aguardar em liberdade. O julgamento ainda não tem data marcada.

Adolfo havia sido preso em março de 2018. Em maio do ano passado, os desembargadores da Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça decidiram colocá-lo em liberdade, substituindo a prisão preventiva por outras medidas cautelares.

“Analisando sobre a necessidade da decretação da prisão do acusado, não vislumbro motivos ensejadores para a decretação de sua segregação cautelar, razão pela qual faculto-lhe o direito de recorrer em liberdade”, diz trecho da decisão.

O crime

Luzinete Soares foi morta a facadas dentro de casa, no Bairro Vila Mariana, durante uma discussão com o marido, segundo a polícia. A filha, de 16 anos, e a mãe dela presenciaram o crime.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Regional de Sinop, onde morreu. O suspeito também se feriu e passou dois dias internado.

Em depoimento, a filha do casal contou que eles iniciaram uma discussão. Durante a briga, Adolfo pegou uma faca e passou a esfaquear a mãe.

Ela disse ainda que o relacionamento dos pais era conturbado e que, no dia do crime, o acusado chegou em casa bêbado e passou discutir com a vítima.

Durante o interrogatório, Adolfo afirmou que agiu sem pensar e que está arrependido.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS