25 de Fevereiro de 2020,

Polícia

A | A

Sábado, 25 de Outubro de 2014, 11h:34 | Atualizado:

VIOLÊNCIA SEM FIM

Mesmo com chuva, quatro assassinatos são registrados em Cuiabá e VG


Da Redação

IML(55).jpg

 

Nem mesmo a forte chuva que caiu durante a noite desta sexta-feira na Baixada Cuiabana impediu que a violência diminuísse. De acordo com dados da Polícia Civil, quatro mortes foram registradas em Cuiabá e Várzea Grande em menos de 24 horas.

Na noite de ontem, no bairro Jardim Terra Nova em Várzea Grande, o adolescente Denilson da Conceição, 16, conhecido na região como “Nenê” foi executado a tiros. O garoto caminhava por uma rua do bairro quando foi alvejado a tiros.

Vizinhos informaram que chovia forte na hora em que os disparos foram ouvidos. Em seguida, eles viram o garoto caído e o assassino já teria fugido.

Segundo um amigo da família do adolescente morto, o jovem era usuário de drogas e cometia alguns furtos para sustentar o vício. O vizinho informou que ela estava jurado de morte no bairro.

Ainda na noite de ontem, Eangre Paulo Santana, 33, foi morto a tiros no bairro Santa Izabel em Cuiabá. Ainda não há informações sobre os motivos da morte.

LIBERAÇÃO

Nesta sexta-feira, dois corpos foram liberados em hospitais da capital. No final da tarde, o corpo da contados Ana Cláudia Souza morreu num hospital particular da capital. Ela foi baleada durante um assalto a supermercado no bairro Jardim dos Estados, em Várzea Grande. Levada ao pronto-socorro de Várzea Grande, Ana Cláudia foi transferida para um hospital de Cuiabá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Já no período noturno, Silvana Silva Macedo, 27, morreu no pronto-socorro de Cuiabá. Ela foi alvejada a tiros supostamente pelo ex-marido na noite de quinta-feira no bairro São Sebastião. Segundo as informações, ela foi baleada quando estava num ponto de ônibus. O principal suspeito é o ex-companheiro dela.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS