15 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 15h:13 | Atualizado:

BRIGA POR MURO

Mulher que matou vizinho é condenada a 12 anos de prisão em Cuiabá

A dona de casa Florinda Alves Borelli, de 43 anos, foi condenada a 12 anos de prisão por matar um vizinho a facadas após uma briga por um muro inacabado. O crime ocorreu em janeiro de 2015 em frente a um bar no Bairro Altos da Glória, em Cuiabá. O G1 não conseguiu localizar a defesa de Florinda.

A ré foi julgada no Tribunal do Júri na quarta-feira (24). O julgamento foi presidido pela juíza Mônica Catarina Perri Siqueira, da 1ª Vara Criminal.

Florinda foi considerada pelo Conselho de Sentença culpada pelo crime cometido por motivo torpe.

De acordo com o processo, Florinda e o vizinho, Gerson Antunes de Oliveira, haviam se desentendido por causa de um muro inacabado que dividia as duas residências. As brigas começaram no final de 2014, quando Florinda cobrou a conclusão do muro.

Na ocasião, a ré deu uma rasteira na vítima, que, depois de se levantar, agrediu Florinda na cabeça com um pedaço de madeira.

Já em 13 de janeiro de 2015, o dia do crime, Florinda avistou a vítima em frente a casa dela e “resolveu se vingar da vítima pelo desentendimento”.

Com uma faca na mão, ela golpeou a vítima rompendo-lhe a veia jugular e a artéria carótida esquerda.

O crime foi cometido em via pública, na presença de várias pessoas e na frente do filho da vítima, à época criança com pouca idade, que se debruçou sobre o cadáver do pai.

Na sentença, a magistrada concede à ré o direito de recorrer da decisão em liberdade.

 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS