14 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018, 22h:40 | Atualizado:

FANTÁSTICO

Narcotraficante tem fazendas que facilitam entrada de drogas em MT

Cabeça branca foi preso em Sorriso após fazer várias cirurgias


Da Redação

fazenda-branca2.jpg

 

Considerado o maior narcotraficante do Brasil, Luiz Carlos da Rocha, conhecido como “Cabeça branca”, é dono de duas grandes fazendas em Mato Grosso. Elas estão localizadas nas cidades de Tapurah e Marcelândia.

Em reportagem apresentada pelo Fantástico, neste domingo (04), mostra que o traficante preso em uma padaria na cidade de Sorriso, em 2017, ainda tinha planos de comprar uma propriedade em Campo Novo dos Parecis. E, o objetivo das aquisições, não seria apenas para gastar o dinheiro do tráfico, mas também facilitar o trabalho dos traficantes.

Nessa propriedade, o acesso a transferência de drogas seria facilitado porque na fazenda tinha uma área em que do alto, a formação de algumas árvores formava a palavra “branca”. A investigação da Polícia Federal aponta que os traficantes lançariam as drogas com aviões e outra equipe contratada por “Cabeça branca” receberia a droga.

A Polícia Federal apreendeu, no ano passado, mais de R$ 665 milhões de recursos do tráfico de drogas. Desse montante, 50% era de “Cabeça Branca”. 

Luiz Carlos realizou várias cirurgias plásticas para fugir do reconhecimento da Polícia Federal. Porém, no ano passado, acabou preso dentro de uma padaria em Sorriso, onde vivia como um “cidadão comum”, considerado uma pessoa pacata pelos vizinhos. Antes da prisão, “Cabeça branca” negociava a compra de uma fazenda no Paraguai.

PLANTAÇÃO DE SOJA

Na fazenda de Tapurah são mais de 2 mil hectares de plantação de soja. Estas fazendas eram mantidas em nomes de laranjas e hoje, atualmente, é arrendada para outros proprietários. O dinheiro arrendado vai para os “laranjas”, mas eles não podem vender ou negociar o dinheiro.

As propriedades também são destinadas a criação de gado.

VEJA AQUI A REPORTAGEM DO FANTÁSTICO

Galeria de Fotos



Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Pablo | Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 10h21
    1
    0

    Maria Santos, o Lula se auto comparou a Jesus e a Mandela, mas ele estava redondamente enganado! A melhor comparação foi tua, Lula e o Cabeça Branca, um dos maiores traficantes da América do Sul! Você está de parabéns pela inteligência da comparação! Palmas de pé para você! Só vou complementar uma coisinha que você não sabe ou finge não saber...em ambos casos citados por você, existe o crime de ocultação de patrimônio! Começo a semana feliz pela tua comparação!

  • Leal | Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 07h16
    2
    0

    Exato,Maria...quando se referem a outros bandidos,as propriedades são consideradas deles,mesmo que estejam em nome de terceiros...Quando é do condenado,não...não há provas...

  • Elias Oliveira | Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 05h01
    0
    0

    Esse é CV ou PCC ou Amigos???

  • Maria Santos | Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018, 23h22
    35
    4

    Mas se as fazendas não estão em nome do traficante é golpe afirmar que o imóvel é dele. O imóvel é do laranja assim como o triplex é da OAS.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS