Polícia Terça-Feira, 09 de Julho de 2024, 14h:20 | Atualizado:

Terça-Feira, 09 de Julho de 2024, 14h:20 | Atualizado:

DECOMPOSIÇÃO

PC investiga se morto em córrego levou "salve" de facção

Caso é tratado pela DHPP como homicídio

ALEXANDRA LOPES
Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

corpo encontrado nova mato grosso

 

A Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP), da Polícia Civil, está investigando se o homem encontrado morto num córrego no bairro Novo Mato Grosso, em Cuiabá, foi vítima de um "salve" - um tipo de sessão de espancamento aplicada a membros do Comando Vermelho (CV) que desrespeitam o código de conduta da organização.

O corpo dele, já em estágio decompsição, foi encrontrado na tarde desta segunda-feira (9). No entanto, uma análise preliminar permitiu visualizar marcas de agressões e hematomas nas costas e outras partes do corpo. 

"Foram identificadas marcas de que ele foi amarrado e também lesões recentes. Com isso, já caracterizamos o crime como homicídio. Agora, estamos realizando diligências para identificar a vítima, eventuais parentes dela e, principalmente, a autoria. Pode ter sido[um "salve"], mas ainda não temos como afirmar com certeza. Precisamos que o IML faça a necropsia, mas de fato ele apresenta marcas de corda e indícios de ter sido espancado. Se foi um "salve" ou uma briga, iremos aprofundar nas investigações", informou o delegado Nilson Farias, da DHPP. 

A Polícia Civil está conduzindo investigações na região para identificar a autoria do crime, que está sendo tratado como homicídio. As investigações apontam que o corpo do homem estava no local há aproximadamente dois dias.





Postar um novo comentário





Comentários

Comente esta notícia






Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet