29 de Maio de 2020,

Polícia

A | A

Sexta-Feira, 10 de Abril de 2020, 08h:05 | Atualizado:

ACIDENTE FATAL

Prefeita chora por envolvimento do filho e lamenta morte de DJ

Rosana Martinelli falou que filho de 18 anos tem envolvimento com drogas


Gazeta Digital

marinacentena3.jpg

 

Em pronunciamento publicado em suas redes sociais, a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, chorou ao comentar o acidente que resultou na morte da DJ Marina Centena, 19, e que seu filho, Osmar Martinelli, 18, ficou ferido. Segundo a gestora, o filho está envolvido com drogas e ela, como mãe, está oferecendo tratamento e vai lutar por sua recuperação.

"Sou a prefeita de Sinop, mas hoje falo como mãe e cidadã. Uma mãe surpreendida e intristecida. A minha dor de mãe é enorme, mas sei que ela ainda é menor do que a que assola nesse instante, os pais da jovem que perdeu a vida nesse trágico acidente. Que Deus os conforte", diz a prefeita.

Marina era conhecida como DJ Bibi e se apresentava em festas e boates da região com sets de funk. Ela estava ao lado de 6 amigos na S10, da família da prefeita, no momento em que ela colidiu com um caminhão parado na porta de uma residência.

Dentro do carro, a polícia encontrou garrafas de wisky, vodka, energético e uma porção de maconha. O acidente foi registrado por volta das 5h da manhã de quinta-feira (5).

"Em momentos como este, é inevitável de se perguntar onde erramos. Sei que o que vivo hoje, junto com os pais dos demais jovens envolvidos nesse acidente, não é - infelizmente, uma experiência inédita. Infelizmente, meu filho deixou se envolver com as drogas, apesar de todos os cuidados e alertas que fizemos. Como mãe, tenho oferecido tratamento e vou lutar por sua recuperação", completou Martinelli.

A gestora destacou ainda que ela, vai dar todo o apoio maternal que o filho precisa nesse momento de dor e que, como gestora, vai cumprir o seu papel de total isenção às investigações do acidente, identificando e responsabilizando os culpados.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Cleide | Sábado, 11 de Abril de 2020, 07h26
    0
    0

    Vagabundo, quero ver se fosse o contrário, esses viciados são a escória da sociedade.

  • caveira | Sexta-Feira, 10 de Abril de 2020, 22h32
    2
    0

    que não fique só em palavras, mas foi muito honrosa, sua exposição pública nos mostra que mesmo em meio a dor da perca de uma vida, não passou a mão na cabeça de seu filho, pelo contrário mostrou a real situação, diferente de muitos politicos que não aceitam a verdade e negam que seus filhos sejam drogados, parabéns pela atitude, isso mostra que acima de uma gestora pública você é uma gestora do lar, Mãe, e mãe que ama seu filho de verdade não passa a mão na cabeça e nem esconde seus erros, lute como mãe para retira-lo desse caminho e lute como política para que leis mais severas sejam criadas para sufocar, encarcerar e até mesmo penas duras para traficantes, se hoje fosse feito um plebiscito no Brasil a grande maioria aprovaria a pena de morte para traficantes. toda desgraça desse país e destruição dos lares e famílias começam nas drogas.

  • Paolo | Sexta-Feira, 10 de Abril de 2020, 08h44
    2
    2

    Total isenção kkkkkkkkk SUA CARA DE PAU.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS