26 de Fevereiro de 2020,

Polícia

A | A

Sábado, 25 de Outubro de 2014, 14h:30 | Atualizado:

Radares são instalados em serra de Cáceres

Quatro radares eletrônicos foram instalados em dois trechos da BR-070 na Serra do Mangaval, na região de Cáceres, a 220 km de Cuiabá. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), os aparelhos começaram a ser instalados nas últimas duas semanas e a previsão é que mais dois radares sejam colocados no mesmo trecho nos próximos 30 dias. Os que foram colocados já estão em funcionamento, de acordo com o Dnit.

A decisão da instalação dos radares surgiu no final de julho depois de uma série de acidentes na Serra do Mangaval. “Instalamos esses quatro radares, que já estão funcionando, mas temos dificuldade em colocar mais dois [radares] pelo fato de ter muita rocha no meio da serra. Foi determinado que em 30 dias teremos mais dois instalados", pontuou o superintendente substituto do Dnit, Orlando Fanaia Machado.

De acordo com o inspetor-chefe da 3ª delegacia da PRF, Luiz Antônio Filiage, as ocorrências de acidentes na serra, desde que os radares foram instalados, praticamente zeraram. “Dois radares foram instalados no início e no final da serra. Houve um efeito positivo: não houve nenhuma ocorrência [de acidente] nesses 3 km de extensão da Serra do Mangaval. O pessoal ficou conscientizado”, disse ao G1 Filiage.

Funcionários do Dnit instalaram radares no início e final da serra, no sentido Cuiabá/Cáceres e Cáceres/Cuiabá. Os outros últimos dois aparelhos serão instalados no meio da serra, justamente onde foram registrados os acidentes com maior número de mortes.

“Com a instalação dos outros dois radares teremos um perímetro totalmente seguro. Na descida a velocidade segura é de 40 km/h, no entanto, praticamente ninguém respeita a sinalização. Tem motorista que desce a 80 km/h e até 100 km/h, mesmo com os dias de chuva onde com certeza qualquer veículo desceria com segurança em 40 km/h”, completou o inspetor.

Conforme a PRF, a velocidade máxima permitida na serra, com exceção da descida, varia entre 60 e 80 km/h. A BR-070 possui dois postos de fiscalização da Polícia Rodoviária, que conta com 36 policiais para atuarem ao longo dessa região. O local também já era fiscalizado com radares móveis usados pela PRF.

Acidentes

Um dos acidentes que culminou na decisão da instalação dos radares ocorreu no dia 6 de julho, quando quatro pessoas morreram. Na ocasião uma carreta desgovernada atingiu 10 veículos que estavam parados na Serra do Mangaval, já em decorrência de outro acidente.

Três pessoas morreram no local, uma durante atendimento e 17 ficaram feridas.  As causas do acidente ainda estão sendo apuradas pela perícia. Entre os mortos está o próprio motorista que teria provocado o acidente.

Outro acidente registrado matou um integrante da banda da dupla sertaneja Marcos e Belutti morreu no dia 15 de junho. A dupla havia feito um show no Festival Internacional de Pesca do município. Segundo a PRF, nove pessoas ficaram feridas no acidente com o ônibus que transportava os componentes da banda e a dupla. O baixista Rafael Sales, de 31 anos, morreu no local.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS